GP1

Padre Walmir dispensa 40 diretores de escolas sem pagar salários

Servidores contratados por apadrinhamento político foram dispensados sem receber o salário referente aos meses de agosto e setembro.

JOSÉ MARIA BARROS

07/10/201719h01

O prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT), demitiu no último dia 1º de outubro, 40 diretores de escolas públicas municipais sem pagar os salários referentes aos meses trabalhados de agosto e setembro de 2017.

O decreto dispondo sobre a rescisão dos contratos temporários dos servidores públicos municipais foi assinado pelo prefeito de Picos, Padre Walmir (PT), na última terça-feira, 26 de setembro e, entrou em vigor no dia 1º de outubro. A medida atingiu cerca de 500 servidores contratados, dentre os quais 40 diretores de escolas.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Padre Walmir dispensa servidores sem pagar salários atrasadosPadre Walmir dispensa servidores sem pagar salários atrasados


Além de perderem o emprego, os 40 servidores públicos municipais que haviam sido contratados por apadrinhamento político, ainda não receberam os salários dos dois últimos meses trabalhados. Todos estão preocupados e temerosos que aconteça o mesmo que ocorreu em 2014, quando o atual prefeito Padre Walmir (PT), era vice-prefeito e ocupava a Secretaria Municipal de Educação e deixou dois meses sem pagar.

O calote aconteceu em 2014, quando o então Secretário Municipal de Educação, Padre Walmir, deixou de pagar os salários de todos os servidores contratados precariamente referente aos meses de outubro e novembro. Ele chegou a prometer que faria a quitação do débito de forma parcelada, mas isso nunca aconteceu.

Outro lado

O vereador Evandro Lima de Morais, o Evandro Paturi (PT), que é casado com a secretária municipal de Educação, Rosilene Monteiro; confirmou que o pagamento dos salários de agosto e setembro dos diretores de escolas demitidos realmente ainda não foi efetuado. No entanto, ele assegurou que tudo será pago direitinho e ninguém ficará sem receber o que lhe é de direito.

  • Foto: José Maria Barros/GP1Aliado do prefeito vereador garante que salários atrasados serão quitadosAliado do prefeito vereador garante que salários atrasados serão quitados

O parlamentar disse ainda que a medida adotada pelo Padre Walmir era necessária devido à crise financeira que o município enfrenta. Segundo ele, somente na Secretaria Municipal de Educação foram dispensados 111 servidores contratados, dentre eles os 40 diretores de escolas. Ficaram apenas os professores, pois é preciso cumprir a carga horária estabelecida pelo Ministério da Educação.