FEITOSA COSTA

Chefe de quadrilha escapa após PM "estourar" casas no Norte do Piauí

30/04/2019 06h15 - atualizado 06h16

São duas semanas de perseguição ininterrupta no interior de Miguel Alves, Barras, Porto, Nossa Senhora dos Remédios, Campo Largo e Matias Olímpio ao chefe do bando que aterroriza o Baixo Parnaíba, Haroldo Pereira de Araújo, o Haroldo.

O resultado é negativo para as forças policiais. Haroldo, que está virando lenda depois de ter rompido um cerco policial ao volante de uma moto possante, conseguiu escapar "como um fantasma", mais uma vez, no último final de semana, depois que agentes "arrebentaram" duas casas em que ele poderia estar escondido, uma delas na sede do município de Miguel Alves, segundo revelação de um sargento PM, que faz parte do grupo que está empenhado na verdadeira caçada humana.

Em Miguel Alves, a polícia "estourou" a residência de Paulo do Buda, identificado como amigo de Haroldo de longas datas. Depois de revirar tudo, a polícia constatou que o chefe da quadrilha não se encontrava no local. Policiais, entretanto, têm quase certeza de que ele esteve no local em algum momento.

A outra casa foi na localidade Barreiro, entre Miguel Alves e Barras. Policiais haviam recebido um informe de que o bandido havia sido visto no local, mas não conseguiram encontrá-lo.

EXCLUSIVAS

Exército de Ciro

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ciro NogueiraCiro Nogueira

O senador Ciro Nogueira, o mais votado do estado, conta agora com 80 prefeitos filiados ao Progressistas. É realmente um exército muito forte para 2020.

Fotos com as gatinhas

Quando deixava o cine teatro da Assembleia Legislativa do Estado, no início da tarde de ontem, depois do ato do Progressistas, Ciro Nogueira foi cercado por belas jovens que se perfilaram para tirar fotos com ele.

Tudo de novo

  • Foto: Lucas Dias/GP1Júnior do MP3Júnior do MP3

Vai começar tudo de novo: Júnior do MP3 diz que não abre mão e levará o seu nome até a convenção do PT para ser candidato a prefeito de Teresina pelo partido.

Contra Amadeu

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Amadeu Campos Amadeu Campos

Em 2016, Júnior do MP3 foi o diabinho que infernizou a candidatura do apresentador Amadeu Campos, candidato lançado por Elmano Férrer com o apoio do PT.

Décio era o vice

  • Foto: Lucas Dias/GP1Décio SolanoDécio Solano

O petista Décio Solano foi o candidato a vice na chapa de Amadeu Campos, provocando a "ira santa" de MP3, que jogou as mulheres do partido contra o apresentador.

Marcelo e Silvio

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Silvio MendesSilvio Mendes

Marcelo Castro fez uma visita a Sílvio Mendes neste final de semana. O ex-prefeito se submeteu a uma cirurgia para ficar mais magro. No encontro, eles conversaram também sobre política. Silvio começa a se entusiasmar para disputar a Prefeitura de Teresina.

Palavra de homem

  • Foto: Lucas Dias/GP1Tiago VasconcelosTiago Vasconcelos

Tiago Vasconcelos, que foi candidato bem votado a deputado estadual no último pleito, deu a sua palavra de que não é candidato a vereador de Teresina.

Vai para o Incra

Thiago Vasconcelos, por indicação do deputado Júlio Cesar, deve ocupar a Superintendência do Incra no Estado. A nomeação pode sair mais rápida do que se espera.

Silas vereador

  • Foto: Lucas Dias/GP1Entrevista Silas Freire Entrevista Silas Freire

Começaram a surgir comentários segundo os quais o apresentador Silas Freire, primeiro suplente de deputado federal, disputará uma cadeira na Câmara Municipal de Teresina.

Daniel Oliveira quer soltar Lula

  • Foto: Cinara Taumaturgo/GP1Secretário de Justiça, Daniel Oliveira Secretário de Justiça, Daniel Oliveira

Daniel Oliveira como secretário de Justiça cometeu uma série de vacilos, mas isto não quer dizer que não seja um bom advogado. Ontem ele protocolou um pedido de "habeas corpus" com o propósito de soltar o ex-presidente Luís Inácio Lula da Silva.

Chamando todo mundo

  • Foto: GP1Firmino FilhoFirmino Filho

O prefeito Firmino Filho "começou a chamar todo mundo para seu lado", segundo comentários de vereador de Teresina, que acrescentou: "ele faz isso sempre que a eleição fica perto e depois descarta".

Emprega e desemprega

O mesmo vereador, que pediu para que seu nome não fosse revelado, comentou ainda que quando está perto da eleição, o prefeito "emprega um bocado de gente e depois do pleito bota todo mundo para fora".