É FAKE NEWS

É Fake News reportagem da Folha de São Paulo que contesta eficácia da hidroxicloroquina

16/05/2020 17h43 - atualizado 18h30

É Fake News reportagem da Folha de São Paulo que contesta pesquisa realizada pela Sermo - empresa global de pesquisa em saúde - que mostra que a hidroxicloroquina é a mais eficaz para o tratamento de casos de covid-19 (coronavírus).

A eficácia do medicamento foi comprovada por 6 mil médicos, como veiculado no GP1 na matéria “Hidroxicloroquina é o tratamento mais eficaz contra covid-19, diz pesquisa feita com 6 mil médicos”. Tal reportagem traz dados referentes a primeira e segunda etapas da pesquisa, realizada nos períodos de 25 a 27 de março, e 30 de março a 02 de abril, respectivamente.

O site Lupa da Folha de São Paulo publicou uma matéria afirmando ser falsa a informação feita com base na pesquisa realizada pela plataforma de saúde Sermo. “A informação analisada pela Lupa é falsa. O post que circula nas redes sociais baseou-se no Barômetro em Tempo Real de Covid-19, uma pesquisa semanal feita pela plataforma de saúde Sermo. Atualmente, o maior grau de eficiência apontado nas consultas é o do uso de plasma de pacientes que se recuperaram de Covid-19, que chegou a 46% de aprovação”, diz trecho da reportagem do site Lupa da Folha de São Paulo.

Ocorre que o site da Folha de São Paulo apresentou dados da terceira etapa da pesquisa, que se deu entre os dias 06 e 09 de abril. Outro ponto que o site não se preocupou em observar foi o fato de que o plasma sanguíneo de pessoas curadas só teve eficácia mais ressaltada na fase mais recente da pesquisa, visto que, na primeira semana, apenas 7% dos médicos indicavam êxito nesse tratamento.

O uso de plasma só foi aprovado por 7% dos médicos na primeira análise, feita entre os dias 25 e 27 de março. Na etapa mais recente, dos dias 06 a 09 de abril, 46% dos profissionais apontaram a eficácia desse tratamento.

A hidroxicloroquina, por outro lado, durante as três semanas de pesquisa, já teve uma aprovação mais linear e coesa, variando de 37% a 40% entre as semanas. Dessa forma, não se pode dizer o contrário, senão que a hidroxicloroquina tem sido o tratamento mais eficaz até então, conforme os estudos realizados pela plataforma Sermo.

Os dados abrangem as opções atuais de tratamento e profilaxia, tempo para o pico do surto, eficácia das respostas do governo e muito mais. Os resultados da primeira onda podem ser encontrados em sermo.com. Várias ondas de estudo, incluindo um mergulho mais profundo nos tratamentos, serão realizadas nas próximas semanas e a Sermo está chamando todos os médicos globalmente para participar.

NOTÍCIA RELACIONADA

Hidroxicloroquina é o tratamento mais eficaz contra covid-19, diz pesquisa feita com 6 mil médicos

Covid-19: conheça o protocolo da médica Marina Bucar que vem salvando vidas

Médica que desenvolveu protocolo usado em Floriano destaca eficácia da hidroxicloroquina

Mais conteúdo sobre: