HERBERT SOUSA

Escândalo: licitações são direcionadas a pessoas da mesma família em Uruçuí

15/09/2020 17h10 - atualizado 17h11

É pra lá de vergonhosa as irregularidades que vem ocorrendo na Câmara Municipal de Uruçuí, onde três empresas participam de licitações, mas que são ligadas entre si pelo parentesco entre sócios, o que pode caracterizar conluio entre os concorrentes.

A empresa A. de Freitas Moreira Eireli (Mercadinho Freitas), tem como sócia Alzerina Moreira e venceu a licitação para o fornecimento de material de limpeza para atender as necessidade da Câmara no valor de R$ 85.204,30, com vigência até o final de 2020. Já a Kelson Oliveira Costa Eireli (Mercadinho Freitas), do empresário do mesmo nome, foi a vencedora do processo licitatório para fornecimento de material de expediente, no valor de R$ 119.766,50.

  • Foto: Reprodução/FacebookAlzerina Moreira e Kelson Alzerina Moreira e Kelson

Nada mal se as duas empresas não funcionassem no mesmo endereço, com o mesmo nome fantasia e pertencessem ao casal, Alzerina e Kelson, que embora não sejam casados formalmente, vivem juntos em união estável, possuem filhos e a relação tem os mesmos efeitos civis do casamento.

Pra completar a dose, a terceira empresa, Idalia de Oliveira Dias-ME, é pertencente a uma irmã da Alzerina Moreira, que participa de procedimentos licitatórios na modalidade carta convite, dando suporte a aparente legalidade dos certames.

O caso vem chamando atenção de toda a sociedade de Uruçuí, que espera providências urgentes por parte do Ministério Público!