HERBERT SOUSA

Ex-prefeito de Cocal José Monção admite que roubou dinheiro público

07/09/2020 12h23 - atualizado 12h23

Durante convenção do Progressistas e do MDB nesse final de semana, o ex-prefeito da cidade de Cocal, José Maria da Silva Monção, foi protagonista de uma situação no mínimo inusitada.

Quando discursava durante o evento, o ex-gestor teve um ataque de sinceridade ao confirmar que já meteu a mão no dinheiro público. Ao criticar a administração do município, José Monção afirmou que se não tivesse cometido erros, não teria sido preso.

“Eu fui prefeito três vezes e sei o sofrimento, mas também não roubei o tanto que esse aí roubou não. Eu posso até ter tirado alguma coisa dos pobres, porque é a verdade. Ninguém pode ser tão sincero. Se eu não tivesse tido tanto direito eu não tinha ido preso. Se eu fui preso, tinha motivo”, disse Monção, arrancando risos dos presentes.

Logo depois de assumir os atos inadequados com os recursos públicos, José Monção justificou que sua postura foi para ajudar a população. “Eu quero dizer pra vocês, mas político que rouba, rouba para dar para o povo. É difícil o cara roubar pra si”, arrematou.