FEITOSA COSTA

Filho de Firmino Filho pagou fiança de R$ 1,9 mil para sair da cadeia

13/05/2019 05h54 - atualizado 05h58

Preso às 12h50min da última quinta-feira, dia 9, na BR 343, no município de Piripiri, depois de fugir do local em que foi abordado por policiais rodoviários federais, o filho do prefeito Firmino Filho, Bruno Silveira, foi solto no início da noite depois de pagar, através de seus advogados, uma fiança no valor de R$ 1.996,00 (um mil, novecentos e noventa e seis reais) estabelecida conforme artigo 326 da lei 12.403 de 2011, que diz o seguinte: "para determinar o valor da fiança, a autoridade terá em consideração a natureza da infração, as condições pessoais de fortuna e vida pregressa do acusado, as circunstâncias indicativas de sua periculosidade bem como a importância provável das custas do processo, até final julgamento".

  • Foto: Instagram/LucySoaresFirmino Filho, Lucy Soares e Bruno Silveira Firmino Filho, Lucy Soares e Bruno SilveiraO artigo 327 da mesma lei diz que a fiança tomada por termo obrigará o afiançado a comparecer perante a autoridade, todas as vezes que for intimado para atos do inquérito e da instrução criminal e para o julgamento. Quando o réu não comparecer, a fiança será tida como quebrada.

EXCLUSIVAS

O afiançado não poderá:

O artigo 326 da mesma lei diz ainda que o "réu afiançado não poderá, sob pena de quebramento da fiança, mudar de residência sem prévia autorização da autoridade processante ou ausentar-se por mais de 8 (oito) dias de sua residência, sem comunicar àquela autoridade o lugar onde será encontrado".

Livro especial

O artigo 329 da lei 12.403 diz o seguinte: nos juízos criminais e delegacias de polícia, haverá um livro especial, com termos de abertura e de encerramento, numerado e rubricado em todas as suas folhas pela autoridade, destinado especialmente aos termos de fiança. O termo será lavrado pelo escrivão e assinado pela autoridade e por quem prestar a fiança, e dele extrair-se-á certidão para juntar-se aos autos.

Empresário pagou 20 mil

Há cerca de dois anos, na Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro, o grande empresário Marcos Alexandre, foi preso por dirigir embriagado. Tentou simular uma situação de agressão e disse que os policiais perderiam o emprego. Foi autuado em flagrante e enquadrado em três artigos. Pagou fiança e foi solto, mas teve que deixar 20 mil na delegacia.

A desobediência de Bruno saiu barata.

Ziza, o militante

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ziza Carvalho Ziza Carvalho

Ziza Carvalho deu mais celeridade à sua militância antibolsonarista, replicando vídeos produzidos contra a administração do capitão nesses cinco meses.

Conversa no estacionamento

Dois senhores residentes no bairro Morada do Sol, conversavam por volta das 10 horas da manhã de ontem no estacionamento do Carvalho da Kennedy. Um deles estava revoltado:

-Você viu o que fizeram com a Avenida Kennedy? Eu descia todo domingo da Morada do Sol pela João Antônio Leitão, cruzava a avenida e já entrava neste estacionamento. Agora tenho que ficar dando voltas. Isso é um absurdo. Nunca mais dou um voto a esse povo.

Rebelião em Joca Marques

  • Foto: Lucas Dias/GP1Janainna MarquesJanainna Marques

Onofre Franco, ex-prefeito de Joca Marques, no Baixo Parnaíba, rompeu com a deputada estadual e secretária de Infraestrutura, Janainna Marques, para valer.

"Vou ganhar a eleição"

Onofre Franco já lançou a sua candidatura a prefeito no próximo ano e garante na região que vai ganhar as eleições com tranquilidade, desafiando o atual gestor, Betão.

Pelo MDB

Altamente popular na região, Onofre terá o apoio dos deputados Themístocles Filho, presidente da Assembleia Legislativa, e Marcos Aurélio Sampaio, deputado federal.

A decisão de Onofre causa um baque grande no grupo de Janainna.

Chamem a polícia 2

Mais um proprietário de automóvel deve procurar o serviço de defesa do consumidor do Ministério Público para denunciar estabelecimento que "descobriu" uma série de peças a serem trocadas quando foi alinhar e balancear o veículo na Avenida Kennedy.

O pior é que ainda queriam mexer no monobloco.

Georgiano topa a parada

Rumores de que o deputado Georgiano Neto teria desistido de disputar a Prefeitura de Teresina não procedem, segundo o próprio parlamentar disse para aliados.

Churrasquinho do Lira

Na quarta-feira, na residência do vereador de fato Antônio José Lira, em meio a um churrasquinho, Georgiano se reunirá com candidatos do PSD a vereador de Teresina.

Insatisfação petista

  • Foto: Lucas Dias/GP1Reunião com aliados de Wellington Dias no Palácio de KarnakReunião com aliados de Wellington Dias no Palácio de Karnak

É fato: petistas de expressão não estão nem um pingo satisfeitos com a composição do secretariado de Wellington Dias, anunciado no começo da semana passada.

Osmar não é unanimidade

  • Foto: Lucas Dias/GP1Osmar JúniorOsmar Júnior

Está enganado quem pensa que dentro do Partido dos Trabalhadores a permanência de Osmar Junior na Secretaria de Governo é unanimidade.

Tudo por conta do apoio oficial que o PCdoB emprestou à candidatura de Zé Filho Moraes Souza em 2014.

Contra a base

Petista mais do que graduado que confia em fazer revelações para este repórter disse que em 2014 a base do PCdoB não queria, mas Osmar Junior impôs o apoio a Zé Filho.

Foi se chegando

O mesmo petista diz que depois que foi derrotado em 2014 Osmar arranjou uma boquinha com Flávio Dino "enquanto foi se chegando novamente para o lado de Wellington, até que entrou no Governo".