FEITOSA COSTA

Greco investiga tráfico de armas pesadas no estado do Piauí

10/05/2019 06h08 - atualizado 06h11

Iniciada na diretoria de inteligência da Polícia Civil no dia 21 de fevereiro deste ano, a operação secreta denominada "Transporte da Droga" investiga o tráfico de armas pesadas no estado do Piauí, por uma quadrilha que se dedica ainda ao tráfico de drogas.

As interceptações telefônicas, autorizadas pelo juiz Luís Henrique Moreira Rego, da Central de Inquéritos, indicam ainda que o grupo criminoso tem ligações com o PCC, Primeiro Comando da Capital, a maior organização criminosa do Brasil.

Um delegado do Grupo de Combate ao Crime Organizado (Greco), cujo nome mantemos em sigilo, comanda a investigação, que se tornou mais ampla quando os investigadores ficaram sabendo, através de escutas, que "a coisa era muito maior".

Inicialmente a iniciação era restrita a Teresina, onde operava um grupo no tráfico de drogas e assaltos. As escutas mostraram ligações e operações de tráfico de armas pesadas.

A investigação está em curso.

EXCLUSIVAS

Georgiano preocupa Firmino

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Firmino Filho Firmino Filho

"É maior do que se imagina" a preocupação do grupo político de Firmino Filho com a possibilidade de candidatura do deputado estadual Georgiano Neto, o mais votado do estado, se tornar irreversível e crescer em níveis proporcionais à sua juventude "e disposição para o corpo a corpo nos bairros".

Foi o que confidenciou um dos mais antigos integrantes do grupo de Firmino.

Partido estruturado

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Georgiano NetoGeorgiano Neto

Além de ter perfil jovem (25 anos) e ser conhecido como político disposto, que não tem medo do contato pessoal, preocuparia também ao grupo de Firmino o fato de Georgiano Neto ter uma base partidária estruturada, que conseguiu atrair recentemente fortes lideranças de Teresina.

Base em Teresina

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Entrevista Antônio José Lira Entrevista Antônio José Lira

A base de Georgiano em Teresina já inclui um vereador com mandato e candidato que tem o mesmo peso de vereador, como Antônio José Lira, que ficou de fora da Câmara na eleição passada porque sua coligação não fez legenda.

Forte, mas rejeitado

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Silvio Mendes Silvio Mendes

A mesma fonte deste repórter que fez revelações sobre as preocupações do grupo do prefeito com a candidatura de Georgiano revelou ainda que "todos sabem que Sílvio Mendes é o candidato mais forte, mas Firmino fará de tudo para emplacar um outro nome, Montezuma ou Charles".

Sem saída

Amigos comuns que não apreciam as restrições que Firmino Filho faria a Sílvio Mendes, acham que o prefeito de Teresina não tem saída e vai ter que apoiar Sílvio.

"Sílvio é independente"

Entre os integrantes do grupo que controla a Prefeitura de Teresina há mais de três décadas, segundo vereador de históricas ligações com o Palácio da Cidade, todos sabem que Firmino "não quer o Sílvio porque ele é independente".

A pergunta é:

  • Foto: Helio Alef/GP1Deputado Assis CarvalhoDeputado Assis Carvalho

Depois de perder a briga pela Secretaria da Saúde, o deputado federal Assis Carvalho, presidente estadual do PT, vai aceitar perder o controle do hospital Deolindo Couto, em Oeiras, que, segundo o que estabelecem os critérios políticos, deve passar a administração do grupo político de B. Sá?

Briga das boas

  • Foto: Helio Alef/GP1B. SáB. Sá

Como os critérios estabelecem que a primeira indicação política no interior é do mais votado no município, o ex-prefeito Benedito de Carvalho Sá, o B.Sá, cujo filho teve 7 mil 631 votos em Oeiras para deputado estadual, não abre mão de indicar a direção do hospital, controlado até os dias de hoje por Assis Carvalho.

Tempestades vencidas

Amizade colorida de décadas enfrentou tempestades tonitruantes, mas nunca se acabou.

Coisas do mestre Tancredo

Tancredo Neves, que segundo seu ferrenho adversário em Minas, José Bonifácio, era um político "capaz de tirar as meias sem tirar os sapatos", depois de ganhar o Governo de Minas, em 1982, não aguentava mais um compadre que queria ser presidente do Banco do Estado.

A ansiedade do compadre só aumentava na medida que o tempo passava e Tancredo nada lhe dizia, até que resolveu ir para cima e acabar com tanto sofrimento.

- Dr. Tancredo, nossos amigos me cercam a todo momento para saber se vou ser presidente do Banco do Estado; o que devo dizer a eles?

Tancredo, rápido, mas sereno:

- Diga que foi convidado, mas não aceitou.

Caso Mainha

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1MainhaMainha

Políticos gozadores estão contando essa história nos bastidores, dizendo que a mesma coisa aconteceu entre Wellington Dias e Mainha.

Perdeu, amigo

O Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu que é inconstitucional qualquer lei municipal ou estadual que estabeleça regra para o funcionamento de aplicativos como o UBER.

"Perdeu, amigo", comentou um motorista sem dizer a quem se referia.

Atenção, reitor!

Atenção, reitor da Universidade Federal do Piauí!

São quase 3 mil metros de porteiras abertas para os marginais que podem invadir o Colégio Agrícola, diante da demora da Prefeitura de Teresina de fazer o muro prometido em troca de terras que foram transformadas numa estrada de chão que vai da Avenida Kennedy até a Dirce de Oliveira.

Vila do arame

A chamada "Vila do Arame" era uma favela que cresceu colada à cerca de arame farpado que isolava as terras da universidade. Agora não tem mais arame e nem vila, está tudo aberto porque nas terras da universidade agora existe uma terraplenagem que pode se transformar em avenida se as obras não forem paralisadas novamente.

Enquanto isso a instalações do Colégio Agrícola estão totalmente expostas.