HERBERT SOUSA

Margarete Coelho na linha de frente contra o pacote anticrime de Moro

23/09/2019 15h01 - atualizado 15h18

A deputada federal piauiense Margarete Coelho (Progressistas), está na linha de frente contra o pacote anticrime do ministro da Justiça Sérgio Moro. A parlamentar, que é presidente do grupo de trabalho que analisa o pacote na Câmara dos Deputados, disse em entrevista à jornalista Andreia Sadi, do G1, nesta segunda-feira (23), que o texto sobre o excludente de ilicitude “do jeito que está não passa”.

O "excludente de ilicitude" é a possibilidade de redução ou mesmo isenção de pena a policiais que causarem morte durante sua atividade.

Segundo o site "O Antagonista", o Centrão, do qual faz parte o Progressistas, e a esquerda estão aproveitando as manchetes sobre a morte de Ágatha Felix, de 8 anos, no fim de semana no Complexo do Alemão, zona norte do Rio de Janeiro, para barrar o projeto imediatamente.

Durante a entrevista, Margarete informou que grupos de deputados estão buscando uma redação "não tão autorizativa (sic)". "Não tenho certeza da exclusão. Mas a redação do jeito que está não passa. Estamos buscando um meio termo para salvar o texto, como fazemos com todos os pontos", afirmou.

  • Foto: Alef Leão/GP1Margarete Coelho Margarete Coelho

O grupo de trabalho deve discutir, nesta terça-feira (24), o item que trata do excludente de ilicitude, que prevê a redução ou exclusão da pena para policiais que cometerem excesso por 'medo' ou 'violenta emoção'.

Para Margarete, o texto precisa ser melhorado. "Vai ser o tema do grupo amanhã. A redação precisa ser intermediária para passar", declarou.

Cargo federal no Piauí

Vale lembrar que, em julho deste ano, Margarete indiciou o nome do advogado San Martin Coqueiro Linhares para a superintendência do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis – Ibama, no Estado do Piauí. Ele foi nomeado no início do mês de setembro.

Margarete, que fez campanha contra o então candidato a presidente do Brasil, Jair Bolsonaro, ganhou o direito de indicação após negociações para aprovação da Reforma da Previdência. Ela votou favorável ao projeto.

San Martin é irmão do prefeito de José de Freitas, Roger Linhares, que também é do Progressistas.

Mais conteúdo sobre: