ANASTÁCIO AGUIAR

Sri Prem Tata, a mudança de cada um; ou a ressonância do campo morfogenético

27/11/2019 08h18 - atualizado 08h18

Chegara a data na qual Sri Prem Tata reservava anualmente para atender os aldeões, depois de um longo período de meditação e ascese. O evento era concorrido, pois vinham pessoas de todo o reino ouvir as sábias palavras do mestre.

Após uma rápida preleção na qual Tata destacava a importância de ser virtuoso e optar pelo caminho do meio, foram permitidas as perguntas. Um jovem aldeão assim se manifestou:

_ Mestre, na minha família e amigos observo pessoas agindo de forma imatura e subordinada aos impulsos do Ego e, por vezes, não me contive e tentei mudá-los, o que infelizmente gerou conflitos e desarmonia, por quê?

Tata, que docemente o ouvia, asseverou:

_ Cada um de nós vive em um determinado estado evolutivo e são poucos os que estão prontos a crescer ouvindo opiniões contrárias às suas. Todo nosso esforço para mudar deve ser direcionado a nós mesmos, se assim obtivermos sucesso em nossa mudança pessoal, transformaremos não somente a nós mesmos, mas todos os que estiverem a nosso redor. Em outras palavras, não podemos mudar ninguém, mas podemos fazer ressoar os efeitos da nossa mudança íntima nos outros.