Piracuruca - PI

Acusado de estuprar e engravidar a irmã é preso em Piracuruca

Outro irmão, menor de idade, também é acusado de ter participação no caso.

Jonas Carvalho
Teresina
Davi Fernandes
Teresina
13/08/2019 14h34 - atualizado 16h10

Um homem de 23 anos identificado como Francisco das Chagas foi preso, nesta segunda-feira (12), pela Polícia Civil acusado de estuprar e engravidar a própria irmã adolescente, no ano de 2017, no município de Piracuruca. Outro irmão, menor de idade, também é acusado de ter participação no caso.

Em entrevista ao GP1, o titular da Polícia Civil de Piracuruca, delegado Hugo Alcântara, informou que na época do crime, a menina tinha apenas 13 anos de idade e os seus pais a levaram ao hospital, onde foi constatado que ela estava grávida do irmão mais velho, com quem era obrigada a ter relações sexuais desde os 9 anos de idade.

“Em 2017 a vítima passou mal no colégio. Os professores chamaram os pais, os pais a levaram ao médico e descobriram que a vítima estava grávida. Os pais perguntaram à vítima com quem ela havia tido relações sexuais e ela afirmou que era com os dois irmãos. Ela relatou que havia tido relações sexuais com o mais velho desde quando ela tinha 9 anos de idade e que ele seria o pai da criança", explicou.

Conforme o delegado, após o caso, a menina se mudou para o estado do Tocantins, onde abortou a criança e por lá registrou o Boletim de Ocorrência. A jovem retornou para o município piauiense, onde prestou depoimento para a conclusão das investigações.

“A vítima registrou Boletim de Ocorrência e foi para o Tocantins, porque ela tem família lá. Lá eles fizeram um novo Boletim de Ocorrência, exames de corpo de delito e o aborto, que foi autorizado pela Justiça. Depois disso ela retornou para Piracuruca, onde foram recolhidas as informações e concluídas as investigações”, completou.

Outro irmão, atualmente com 15 anos, também é acusado de ter estuprado a menina e será aberto um processo contra ele. Francisco das Chagas, de 23 anos, deve permanecer preso até o fechamento do inquérito.

A prisão foi realizada por meio do cumprimento de um mandado de prisão expedido pelo promotor Márcio Giorgi Carcará, da 2ª Promotoria de Justiça de Piracuruca.

Mais conteúdo sobre: