Piauí

Advogados registram candidatura à Presidência da OAB Piauí

As eleições acontecem no próximo dia 24 de novembro e o eleito comandará a instituição durante o triênio 2019/2021.

Andressa Martins
Teresina
25/10/2018 17h09 - atualizado 03/11/2018 11h29

Nesta quinta-feira (25) finaliza o prazo para o registro de candidaturas para a presidência da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Piauí (OAB-PI). As eleições acontecem no próximo dia 24 de novembro e o eleito comandará a instituição durante o triênio 2019/2021.

Por volta das 13h o atual vice-presidente da OAB-PI, Lucas Villa, registrou a chapa “OAB Aberta”, onde concorre à presidência. Villa é apoiado pelo atual presidente Chico Lucas, que durante campanha assumiu o compromisso de não se candidatar à reeleição. A atual gestão, segundo Villa, foi “extremamente democrática e participativa”.

“Os últimos três anos da nossa gestão foram marcados por uma OAB extremamente democrática e participativa, um local em que todos os advogados têm espaço para se posicionar e serem do tamanho que quiserem dentro da Ordem. É a esse trabalho que queremos dar continuidade”, destacou Villa.

  • Foto: FacebookGeórgia Nunes, Lucas Villa, Carlos Henrique e Celso Barros NetoGeórgia Nunes, Lucas Villa, Carlos Henrique e Celso Barros Neto

A chapa “OAB Aberta” conta com a advogada Naiara Moraes como vice-presidente; Rafael Orsano - secretário-geral; Diogo Caldas - secretário-adjunto e Thyago Batista - diretor-financeiro. Talmy Tércio assume a presidência da Caixa de Assistência dos Advogados do Piauí (Caapi).

O conselheiro federal da OAB, o advogado Celso Barros Neto, registrou sua candidatura à presidência por volta das 16h30. O advogado Chico Couto, líder do movimento “Juntos Vamos Fazer Mais” desistiu de concorrer à presidência e vai compor a chapa de Celso Neto como candidato a vice-presidente.

Os advogados Geórgia Nunes e Carlos Henrique também registraram suas candidaturas no fim desta tarde. Geórgia é a candidata apoiada por grandes nomes da advocacia no estado como Norberto Campelo, William Guimarães e Sigifroi Moreno. O advogado Carlos Henrique também fazia parte do mesmo grupo de Geórgia, mas ambos decidiram concorrer em chapas diferentes. Nos bastidoes havia rumor de que os dois poderia fazer uma fusão para somar forças, mas no início da noite quatro candidaturas foram registradas na Seccional Piauí.