Teresina - PI

Águas de Teresina interdita trecho da Avenida Maranhão

A empresa informou que a previsão é que os trabalhos encerrem até às 18h desta quarta-feira.

Laura Moura
Teresina
16/05/2018 12h09 - atualizado 12h12

Uma das faixas da Avenida Maranhão, situada no centro de Teresina, está interditada desde a madrugada desta quarta-feira (16), por conta de uma manutenção emergencial corretiva em um poço de visita da rede de esgoto que passa pela via.

  • Foto: Divulgação/Águas de TeresinaTrecho interditado pela Águas de TeresinaTrecho interditado pela Águas de Teresina

Conforme a assessoria de comunicação da Águas de Teresina, empresa responsável pela interdição, os trabalhos iniciaram no horário onde há um menor fluxo de veículos na avenida. Uma equipe da Superintendência Municipal de Transportes (Strans) está no local para organizar o trânsito.

A empresa informou também que a previsão é que os trabalhos encerrem até às 18h de hoje e que seja feita a recomposição asfáltica do trecho onde ocorreu a manutenção emergencial corretiva.

Confira a nota:

A Águas de Teresina informa que, visando a segurança operacional do sistema, foi necessária uma manutenção emergencial corretiva em um Poço de Visita (PV) da rede de esgoto que passa pela Avenida Maranhão, no Centro da capital. Os trabalhos iniciaram durante a madrugada desta quarta-feira (16), quando há menor fluxo de veículos, mas devido à complexidade da ação, os trabalhos se estenderam até a manhã de hoje.

A empresa está contando com o apoio da Superintendência Municipal de Transportes e Trânsito (Strans) na orientação aos motoristas, visto que foi necessária a interdição parcial de uma das faixas da avenida. A previsão é de que até às 18h desta quarta-feira os trabalhos sejam finalizados já com a recomposição asfáltica do trecho.

A Águas de Teresina conta com a compreensão da população e reforça que ações como essas são importantes e necessárias para o pleno funcionamento da operação e garantia na prestação do melhor serviço aos teresinenses. A concessionária está disponível pelo 0800 223 2000; 115 e também pelo Whatsapp (98124-3199).

Mais conteúdo sobre:

MAIS NA WEB