Piauí

Alexandre Baldy anuncia casas do Minha Casa Minha Vida no Piauí

Baldy disse ainda que a próxima cidade beneficiada será o município de Bom Jesus com 300 unidades habitacionais.

Wanessa Gommes
Teresina
Bárbara Rodrigues
Teresina
03/10/2018 14h50 - atualizado 16h12

Alexandre Baldy anuncia 1.200 novas casas do MCMV no Piauí

O ministro das Cidades, Alexandre Baldy, esteve, nesta quarta-feira (03), em Teresina, para anunciar investimento de cerca de R$ 60 milhões, dentro do Programa Minha Casa Minha Vida, para a construção de moradias a famílias carentes de dois municípios piauienses. No total, serão construídas 700 casas em José de Freitas e 500 em Oeiras.

O prefeito de José de Freitas, Roger Linhares, falou da importância desse investimento: “Pra nós é uma felicidade, poder proporcionar moradia, casa própria para as pessoas que precisam, não tenho nem palavras para agradecer, só tenho o que agradecer a todas as pessoas envolvidas nesse processo que contribuíram para que a gente pudesse receber esse contrato e agora é partir para a parte prática, vê se a gente constrói o quanto antes pra poder tirar essas pessoas que precisam das casas de aluguel, que moram de favor, para que possam ter sua casa própria”, afirmou.

Elizomar Guimarães, Superintendente da Caixa Econômica Federal no Piauí, falou da parceria com o Governo Federal: “A Caixa Econômica é parceira do Ministério das Cidades, no Programa Minha Casa Minha Vida, e mais uma vez o ministro dá o privilegio de ser recebido no Piauí, onde ele anunciou investimentos na ordem de R$ 60 milhões para os municípios de Oeiras e José de Freitas”, declarou.

“A parte da Caixa é dá celeridade a todo o processo para viabilizar a contratação o mais rápido possível e consequentemente para que as famílias carentes dos dois municípios possam receber de fato os benefícios hoje anunciados pelo Ministério das Cidades. A expectativa é que no máximo em 60 dias se possam iniciar as obras”, explicou Elizomar.

Zé Raimundo, prefeito de Oeiras, destacou a relevância do programa: “Você vai tirar famílias em situações precárias de moradias, outras que moram de aluguel, tudo isso vai mudar a vida de 500 famílias, aproximadamente 2500 pessoas, então, pra gente que está no meio de processo é de muita responsabilidade e também prazeroso estar promovendo isso para a nossa população”.

Segundo Baldy “os recursos do programa Minha Casa Minha Vida são todos do fundo financeiro. Agora com a contratação, através da Caixa, as obras são iniciadas de forma responsável para que não faltem recursos para que possam gerar empregos, promover a renda e que ao se concluírem as obras nós possamos entregar o sonho da moradia da casa própria aos cidadãos, hoje, conforme assinamos na cidade de Oeiras e José de Freitas”.

O ministro explicou ainda que o Minha Casa Minha Vida foi retomado pelo Governo Federal de “uma maneira intensa, muito forte”: “Nós fizemos mais de 61 mil unidades habitacionais em todo o país e aqui no estado do Piauí, na última semana, foram mais 2.100 unidades em dezenas de cidades, sejam para as cidades nos centros urbanos sejam para os trabalhadores rurais porque nós retomamos também aqueles programas que são fruto do nosso desejo de acabar com as casas de taipa para os trabalhadores rurais”, disse.

“Hoje, com essas unidades aqui disponibilizadas na assinatura, são mais de 3 mil unidades que nesses últimos dias nós conseguimos atender no estado do Piauí, que nós sabemos que tem muitas famílias carentes que esperam a casa própria”, argumentou.

Baldy disse ainda que a próxima cidade beneficiada será o município de Bom Jesus, com 300 unidades habitacionais.