Picos - PI

Aliados do Padre Walmir querem assumir comando do PTB em Picos

Aliados do prefeito Padre José Walmir de Lima estão se articulando junto ao deputado Paes Landim para assumir controle do PTB de Picos.

José Maria Barros
Picos
03/11/2018 19h06 - atualizado 19h06

Aliados de Padre Walmir querem assumir PTB em Picos

Passadas as eleições, aliados do prefeito de Picos, Padre José Walmir de Lima (PT), articulam agora o fortalecimento do grupo que comanda o Palácio Coelho Rodrigues e o consequente enfraquecimento dos adversários. E o alvo principal dessa ação é o deputado estadual reeleito Nerinho (PTB), rompido politicamente com o gestor desde o dia 28 de junho último.

Segundo apurou a reportagem do GP1 junto a várias fontes com bom trânsito no Palácio Coelho Rodrigues, os aliados do prefeito Padre Walmir (PT) querem agora assumir o comando da comissão provisória do PTB, partido ao qual o deputado Nerinho foi reeleito no último dia 7 de outubro.

Para alcançar tal objetivo os aliados do Padre Walmir contam com a simpatia do atual presidente do diretório estadual do PTB, deputado Paes Landim, derrotado nas últimas eleições quando buscava sua reeleição para Câmara Federal.

Nas eleições do último dia 7 de outubro, um grupo de aliados do Padre Walmir trabalhou pela candidatura à reeleição do deputado Paes Landim. Em Picos, o parlamentar conseguiu 3.838 votos, equivalente a 10,20% dos votos válidos, sendo o terceiro mais bem colocado. Ele ficou atrás apenas de Mainha (PP), que obteve 5.015 votos e Assis Carvalho (PT), que conseguiu 4.908 votos.

Pelo que apurou o GP1, o líder do grupo de aliados do prefeito Padre Walmir que apoiou o deputado Paes Landim, Coordenador do Fundo Municipal de Iluminação Pública (Fumip), Rômulo Costa, é o mais cotado para assumir a presidência da Comissão Provisória do PTB de Picos.

Se a articulação for concretizada, Rômulo Costa substituirá Maria Bernadete da Silva Lopes, a irmã Bernadete, que é a atual presidente da Comissão Provisória do PTB de Picos e ligada politicamente ao deputado Nerinho.

Outro lado

Questionado sobre o assunto, o deputado Nerinho explicou que no PTB até o diretório estadual é gerido por uma comissão provisória, então se pode mudar, pode-se tirar a qualquer momento. “Não acredito que o deputado Paes Landim vá fazer isso, mas, partindo dele hoje eu não duvido de mais nada” – ponderou.

Nerinho criticou ainda a gestão do deputado Paes Landim e, disse que a falta de um líder contribuiu para o enfraquecimento da legenda. “Em 2014 quando o presidente do PTB era João Vicente Claudino, nós elegemos um senador, cinco deputados estaduais e dois federais. Agora em 2018, quando não tivemos um líder, elegemos apenas dois deputados estaduais” – comparou.