Ciência e Tecnologia

Anatel anuncia bloqueio de celulares piratas em dez estados

Segundo informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o bloqueio faz parte de uma estratégia de combate de uso de celulares falsificados ou com o IMEI adulterado, sem homologação no País.

Por  Estadão Conteúdo
03/12/2018 21h28 - atualizado 21h29

Os celulares piratas de moradores do Acre, Espírito Santo, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e Tocantins começarão a ser bloqueados no próximo sábado, 8. Segundo informou a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel), o bloqueio faz parte de uma estratégia de combate de uso de celulares falsificados ou com o IMEI adulterado, sem homologação no País.

Na véspera do bloqueio, usuários que tiveram o celular pirata receberão uma mensagem da operadora indicando que o modelo é irregular e que deixará de funcionar nas próximas horas. Todas as mensagens serão enviadas pelo número 2828.

Para usuários que identificarem que seu aparelho é irregular, a Anatel aconselha procurar a empresa ou a pessoa que vendeu o aparelho para exigir os direitos como consumidor.

Segundo a agência, o bloqueio é necessário porque não oferecem a qualidade e a segurança exigidas pela regulamentação brasileira.

Outras regiões. O bloqueio de aparelhos irregulares começou por usuários do Distrito Federal e de Goiás, em maio deste ano. Desde então, 103 mil celulares foram desligados por serem piratas.

Os moradores das regiões Nordestes, Norte e Sudeste serão os próximos a receberem a notificação de bloqueio. Nesses Estados, os aparelhos piratas começarão a ser bloqueados em 24 de março de 2019.

Mais conteúdo sobre: