Teresina - PI

Assis contraria Wellington Dias e afirma que vai votar contra reforma

“Quando retornar às atividades, pois estou afastado por problemas de saúde, seguirei orientação da bancada do PT. Voto contra a reforma”, garantiu o parlamentar federal.

Germana Chaves
Teresina
13/06/2019 07h56 - atualizado 08h06

O governador Wellington Dias (PT-PI) vai reunir a bancada federal do Piauí em Brasília para pedir apoio em favor da Reforma da Previdência. Mas ao que tudo indica, pelo menos um de seus aliados, não pretende ‘obedecer’ a esse pedido, isso porque, o deputado federal e presidente do PT piauiense, Assis Carvalho afirmou ao GP1 nesta quarta-feira (12), que vai seguir a orientação da bancada nacional petista que é contrária a reforma.

“Quando retornar às atividades, pois estou afastado por problemas de saúde, seguirei orientação da bancada do PT. Voto contra a reforma”, garantiu o parlamentar federal.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Assis CarvalhoAssis Carvalho

Wellington Dias passou a defender a aprovação da Reforma da Previdência após encontro dos governadores do Nordeste onde foi firmado entendimento para votar favorável à proposta. Mas se Assis mantiver essa postura, o governador do Piauí terá um voto a menos.

“Não trabalho com hipóteses. O governador não tratou comigo e não me pauto por mídia”, reforçou Assis Carvalho.

NOTICIAS RELACIONADAS

Wellington Dias e governadores discutem reforma da Previdência

Wellington assina carta contra retirada de Estados da Reforma