Teresina - PI

Bandidos são baleados após tentarem atirar em policiais no Promorar

De acordo com o investigador Lourival Neto, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), sua equipe estava passando pelo local quando se deparou com os bandidos.

Brunno Suênio
Teresina
Débora Dayllin
Teresina
12/03/2019 15h01 - atualizado 15h30

Dois bandidos foram baleados na manhã desta terça-feira (12) após uma troca de tiros com a polícia no bairro Promorar, zona sul de Teresina. A dupla é acusada de ter realizado vários assaltos na região do Terminal de Integração do bairro Bela Vista. Eles foram identificados apenas pelas iniciais F.H.C.D.S, 21 anos e D.C.D.S, 26 anos.

De acordo com o investigador Lourival Neto, do Departamento de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP), sua equipe estava passando pelo local quando se deparou com os bandidos, que são irmãos, realizando assaltos contra a população.

“Nós íamos passando ali naquela antiga parada final do Promorar, quando observamos dois indivíduos fazendo um arrastão lá na região. Um agente nosso desceu e informou: 'polícia'. Os caras então atiraram contra ele, inclusive quase que ele foi atingido, pegou de raspão na barriga. Quando eu saí do outro lado do carro, eles atiraram contra mim também, mas pegou no para-brisa do carro”, relatou.

“Aí nessa troca de tiros, eles foram baleados na perna e caíram mais na frente, quando chegamos a população já estava em cima deles. Foi quando a Polícia Militar e a Guarda Municipal chegou para nos auxiliar”, completou o investigador.

De acordo com o comandante da Guarda Municipal de Teresina, capitão Monteiro, uma guarnição da guarda estava realizando patrulhamento na região, quando se deparou com um tiroteio entre os agentes da Polícia Civil e os dois suspeitos, que estavam em fuga em uma motocicleta.

“Nós ouvimos os disparos e fomos acompanhar o que estava acontecendo. Quando chegamos no local os dois elementos estavam baleados e uma equipe da Força Tática do Promorar deu apoio aos policiais civis. Com eles foram encontrados vários materiais que podem ser das vítimas dos assaltos. A moto que estava com eles nós trouxemos para a Central de Flagrantes, mas a dupla foi encaminhada para o HUT para receber atendimento médico, quando liberados devem seguir também para a Central”, explicou.