Piauí

Bolsonaro escolheu piauiense para vaga no STF, diz colunista

Segundo o jornalista, o desembargador federal Kássio Nunes Marques será o indicado do presidente Jair Bolsonaro para ocupar a vaga aberta pelo ministro Celso de Mello.

Gil Sobreira
Teresina
30/09/2020 11h16 - atualizado 14h36

O presidente Jair Bolsonaro comunicou aos ministros do Supremo Tribunal Federal que escolheu o desembargador piauiense Kassio Nunes Marques, do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, para o lugar de Celso de Mello no Supremo Tribunal Federal. A escolha foi dada em primeira mão pelo colunista Lauro Jardim, em O Globo, e confirmada por dois ministros do STF. O ‘Estadão’ também confirmou a indicação.

Segundo o colunista, o piauiense é católico, sendo um dos desembargadores federais mais produtivos com uma média de 600 decisões por dia.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Kassio NunesKassio Nunes

O ministro Jorge Oliveira (Secretaria-Geral da Presidência), que era cotado para o posto, informou aos integrantes do STF que o presidente Bolsonaro havia se decidido e faria o anúncio nas próximas horas.

Kássio esteve ontem (29) com o presidente no Palácio do Planalto, para acertar os últimos detalhes e o martelo fosse batido. O colunista diz que “há algum tempo, Nunes trabalhava sua ida ao STJ. Mas Bolsonaro tinha outros planos para ele”.

A indicação de Kassio Marques faz com que o nordeste volte a ter representatividade na Corte, já que o último ministro nordestino foi Carlos Ayres Britto, que se aposentou em 2012.