Economia e Negócios

Bolsonaro indica Carlos da Costa para assumir a presidência do Bid Invest

Indicação do secretário especial da Economia faz parte da estratégia do governo de ocupar espaços em instituições financeiras no exterior e atrair investimentos para o País.

Por  Estadão Conteúdo
07/10/2020 21h14

O governo Jair Bolsonaro decidiu indicar o secretário especial de Produtividade, Competitividade e Emprego do Ministério da Economia, Carlos da Costa, para assumir a presidência do Bid Invest, banco de investimentos do Banco Interamericano de Investimento (BID).

Carlos da Costa já tem o aval do novo presidente do BID, Mauricio Claver-Carone, que foi eleito para o comando da instituição no mês passado com a indicação dos Estados Unidos e com o apoio de outros países, entre eles o Brasil. A nomeação do secretário, no entanto, ainda depende de trâmites burocráticos para ser confirmada.

Segundo o interlocutor, é o ex-secretário especial de Comércio Exterior, Marcos Troyjo, que em maio assumiu a presidência do Banco do Brics, instituição financeira para desenvolvimento do grupo formado por Brasil, Rússia, Índia, China e África do Sul.

Com isso, a expectativa é atrair investimentos em infraestrutura capazes de colocar o Brasil como centro industrial da América Latina. Dentro deste plano, ainda segundo o integrante do governo, está trazer o gasoduto da cidade de Vaca Muerta, na Argentina, ao Brasil. Outra iniciativa na mira do governo é a construção de uma rodovia até o Peru para facilitar o escoamento da produção de grãos do Centro-Oeste brasileiro pelo país vizinho.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bolsonaro confirma indicação de Jorge Oliveira para ocupar cargo no TCU

Bolsonaro manda adiar decisão sobre o Renda Cidadã para depois das eleições

Bolsonaro aposta na 'República da Tubaína' para garantir reeleição

Bolsonaro indica dois nomes para diretoria da Anvisa

Mais conteúdo sobre: