São Paulo - SP

Bolsonaro vai para o Guarujá passar o carnaval com aliados e filhos

Apesar de não levar a mulher, Bolsonaro estará acompanhado da filha caçula, Laura, de 9 anos, e do filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ).

Por  Estadão Conteúdo
21/02/2020 16h37 - atualizado 22/02/2020 07h47

A "folia oficial" não terá a presença da primeira-dama. O presidente Jair Bolsonaro embarcou na tarde desta sexta-feira, 21, para passar o carnaval no Guarujá, no litoral de São Paulo. Mais uma vez, a mulher do presidente, Michelle Bolsonaro, não embarcou junto e ficou em Brasília. Ela já havia ficado na capital federal no fim do ano, quando o marido foi passar o réveillon na Bahia, e também não o acompanhou na cidade litorânea no fim de semana dos dias 11 e 12 de janeiro.

Apesar de não levar a mulher, Bolsonaro estará acompanhado da filha caçula, Laura, de 9 anos, do filho mais velho, o senador Flávio Bolsonaro (sem partido-RJ), que também levará a mulher e as duas filhas.

Ainda passarão o feriado com Bolsonaro na instalação militar do Forte dos Andradas, na praia do Manduba, o deputado federal Hélio Lopes (PSL-RJ), o Hélio Negão, e o ministro da Secretaria de Governo, Luiz Eduardo Ramos. Ambos são amigos de longa data do presidente.

Será a terceira vez que o presidente passará um feriado na base militar no litoral paulista desde que foi eleito. No ano passado ele foi para esse mesmo local na Páscoa, em abril, e na Proclamação da República, em novembro.

Antes da viagem, Bolsonaro cumprimentou apoiadores na saída do Palácio da Alvorada, mas não quis falar com jornalistas.

Mais conteúdo sobre: