Entretenimento

Bruno Gagliasso apoia boicote contra Júlio Cocielo

O intuito do boicote é que as pessoas deixem de seguir Júlio Cocielo nas redes sociais, já que no mundo digital o seguidor significa dinheiro e carreira.

Cinara Taumaturgo
Teresina
04/07/2018 12h17 - atualizado 12h57

O ator Bruno Gagliasso e Giovanna Ewbank se manifestaram nas redes sociais e apoiam boicote contra o Youtuber Júlio Cocielo. Isso porque o jovem coleciona inúmeros comentários racistas em seu Twitter, que vieram à tona recentemente.

O intuito do boicote é que as pessoas deixem de seguir Júlio Cocielo nas redes sociais, já que no mundo digital o seguidor significa dinheiro e carreira. “Não é um caso isolado. Não foi o primeiro, não será o último. A gente precisa atuar com quem realmente movimenta essa máquina: a audiência”, afirmou publicação de Isabela Reis, que foi repostado por Bruno Gagliasso.

  • Foto: Reprodução/ InstagramPublicação de Giovanna EwbankPublicação de Giovanna Ewbank

Já a Giovanna Ewbank postou uma série de publicações ofensivas de Júlio. “Odeio ter que postar coisas tão repugnantes e tristes como essa, mas é necessário!!! Ainda fico chocada como podem existir pensamentos como desse tipo de pessoa...isso NÃO EH UMA BRINCADEIRA E NUNCA FOI!!! Isso é RACISMO”, disse Giovanna.

Entenda o Caso

No sábado, o influencer postou em seu Twitter um comentário supostamente racista sobre o jogador francês Kylian Mbappé. “Conseguiria fazer uns arrastão top na praia”, afirmou Júlio Cocielo.

O comentário ganhou grandes proporções na internet e logo em seguida os usuários trouxeram à tona publicações do Youtuber entre os anos de 2010 e 2013, com cunho racista e machista.

Polêmica

  • Foto: ReproduçãoJúlio Cocielo e Tata EstanieckiJúlio Cocielo e Tata Estaniecki

Em fevereiro, a esposa de Júlio Cocielo, Tata Estaniecki também se envolveu em uma polêmica sobre racismo. A digital influencer afirmou no Twitter que tema de sua fantasia para o Baile da Vogue 2018 seria uma homenagem aos escravos. O caso ganhou uma grande repercussão na internet e Tata chegou a pedir desculpas nas redes sociais.