Palmeirais - PI

Cabo da Polícia Militar é perseguido e esfaqueado em Palmeirais

Segundo o soldado Guedes, do Grupamento de Policiamento Militar de Palmeirais, o autor do crime foi identificado como Sebastião Maravilha e possui uma rixa com a vítima.

Wanessa Gommes
Teresina
Nayrana Meireles
Teresina
14/05/2019 21h32 - atualizado 21h35

Um cabo da Polícia Militar identificado como Rogaciano, 47 anos, foi esfaqueado na região da barriga após ser perseguido, nesta terça-feira (14), no município de Palmeirais. O autor do crime foi identificado como Sebastião Maravilha, mais conhecido como Peruca.

Segundo informações do soldado Guedes, do Grupamento de Policiamento Militar de Palmeirais, o cabo estava em um posto de combustíveis, quando começou a ser perseguido pelo autor da facada. “Ele estava em uma motocicleta e foi perseguido pelo acusado, que também estava em uma moto, e desferiu uma facada na barriga dele”, informou.

  • Foto: Divulgação/PM-PIPolicial RogacianoPolicial Rogaciano

Ainda de acordo com o soldado, existe uma rixa antiga entre Rogaciano e Sebastião, mas o policial não contou o motivo que levou o acusado a cometer o crime.

Rogaciano, que é lotado no 18º Batalhão da Polícia Militar, em Água Branca, foi encaminhado para o hospital de Palmeirais e depois levado para o Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Ele não corre risco de morte.

A polícia está em diligências, no sentido de localizar e prender o autor do crime.

Prisão

Cabo Rogaciano foi preso em Palmeirais, em maio de 2018, pela Força Tática da Polícia Militar de Água Branca acusado de desacato a autoridade superior e ameaça.

De acordo com informações da PM na época, a guarnição foi acionada por uma mulher, que afirmou ter sido agredida e extorquida pelo policial no município de Regeneração. Os PMs então se deslocaram à procura do suspeito e ao chegarem até ele, foram agredidos verbalmente e fisicamente pelo militar.

NOTÍCIA RELACIONADA

Policial é preso após agredir PMs na cidade de Palmeirais

Mais conteúdo sobre: