Picos - PI

Câmara de Picos aprova audiência para discutir taxa de iluminação

Audiência pública será realizada às 18 horas do próximo dia 5 de janeiro, no plenário da Câmara Municipal de Picos.

Raisa Brito
Chefe de Redação
26/12/2017 21h38 - atualizado 21h39

Em sessão extraordinária realizada na tarde desta terça-feira, 26, a Câmara de Vereadores de Picos aprovou, por unanimidade, pedido de audiência pública para discutir sobre o aumento na taxa de iluminação pública.

Dos quinze vereadores com assento na Câmara Municipal de Picos, doze participaram da sessão extraordinária. Estavam ausentes apenas Antônio Afonso Santos Guimarães Júnior, o Afonsinho (PP); Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha (PTB) e José Arimateia Luz, o Maté (PSL). O único parlamentar a usar a tribuna foi Carlos Luís Nunes de Barros (PSDB).

  • Foto: GP1Sessão contou com a presença de doze vereadoresSessão contou com a presença de doze vereadores

A audiência pública será realizada às 18 horas do próximo dia 5 de janeiro no auditório da Câmara Municipal de Picos. O debate deverá contar com as presenças de representantes da Eletrobrás, da Prefeitura, do Ministério Público, Sociedade Civil Organizada, vereadores e quem tiver interesse em discutir o tema.

  • Foto: GP1Carlos Luís foi o único vereador a usar a tribunaCarlos Luís foi o único vereador a usar a tribuna

Segundo o que foi aprovado na sessão extraordinária desta terça-feira, 26, a pauta da audiência pública será a lei municipal que alterou a alíquota da taxa de contribuição para custeio da iluminação pública (Cosip) na cidade de Picos.

Autorização da Câmraa

O projeto de lei complementar de autoria do executivo reajustando a taxa de iluminação pública de Picos em mais de 100% foi aprovado, por unanimidade, pela Câmara Municipal em duas votações realizadas no dia 9 de novembro. Estavam ausentes apenas os vereadores Francisco das Chagas de Sousa, o Chaguinha (PTB) e João Bosco de Medeiros (PPS).

  • Foto: GP1Pedido de audiência pública foi aprovado por unanimidadePedido de audiência pública foi aprovado por unanimidade

Votaram a favor do projeto os vereadores Antônio Afonso Santos Guimarães Júnior, o Afonsinho (PP); Raimundo Nunes Ibiapino, o Renato (PRP); Antônio Marcos Gonçalves Nunes, o Toinho de Chicá (PP) e Valdívia Santos Martins Silva (PRP), todos da bancada de oposição ao prefeito Padre Walmir.

Também votaram a favor do projeto os vereadores da situação, Simão Carvalho Filho (PSD), Antônio de Moura Martins (PCdoB), Evandro Lima de Morais, Evandro Paturi (PT); Francisca Celestina de Sousa, Dalva Mocó (PTB); José Rinaldo Cabral Pereira Filho, Rinaldinho (PP); Wellington Dantas (PT) e José Arimateia Luz, Maté (PSL).