Eleições 2018

Candidatos a deputado no Piauí já receberam R$ 7 milhões de fundo

Os candidatos também terão direito de usar recursos do fundo partidário. A utilização foi liberada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em fevereiro deste ano.

Gil Sobreira
Teresina
31/08/2018 08h13 - atualizado 08h25

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) foi criado pelo Congresso Nacional para driblar o fim das doações de empresas para campanhas eleitorais – vetadas pelo Supremo Tribunal Federal desde 2015. O fundo também é conhecido como fundo eleitoral e vai distribuir mais de R$ 1,7 bilhão, provenientes de recursos públicos, para os partidos brasileiros promoverem suas campanhas nas eleições 2018.

  • Foto: GP1Mainha, Iracema Portella, Fábio Abreu e Heráclito FortesMainha, Iracema Portella, Fábio Abreu e Heráclito Fortes

Os candidatos também terão direito de usar recursos do fundo partidário. A utilização foi liberada pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) em fevereiro deste ano.

Até quarta-feira (29), foram distribuídos entres os candidatos a deputado federal no Piauí o montante de R$ 7.714.718,00

Confira quanto os candidatos receberam:

Fábio Abreu (PR) – R$ 1.150.000,00

Cida Santiago (PHS) – R$ 50.000,00

Dra. Marina (PTC) – R$ 300.000,00

Eduardo Bacelar (PP) – R$ 250.000,00

Flávio Nogueira (PDT) – R$ 150.000,00

Heráclito Fortes (DEM) – R$ 500.000,00

Iracema Portella (PP) – R$ 1.550.00,00

Ismar Marques (MDB) – R$ 43.750.00

Izete Rodrigues (PSC) – R$ 250.000,00

Mainha (PP) - R$ 1.397.468,00

Major Diego Melo (PROS) - R$ 73.500,00

Major Elizete (SDD) – R$ 500.000,00

Margarete Coelho (PP) – R$ 1.500.000,00