Teresina - PI

Candidatura de Fábio Abreu é homologada durante convenção do PL

O nome do ex-secretário de Segurança Pública também conta com o apoio de PTB e PMN. A sua vice é a pastora Diana Carvalho, indicada pelo Republicanos.

Davi Fernandes
Teresina
Nathalia Carvalho
Teresina
Victória Xavier
Teresina
16/09/2020 18h19 - atualizado 18h20

Convenção do partido PL em Teresina Piauí

O diretório municipal do Partido Liberal (PL) realizou convenção nesta quarta-feira (16), no Atlantic City onde foi homologada a candidatura de Fábio Abreu, que vai disputar a Prefeitura de Teresina, tendo como vice a pastora Diana Carvalho, indicada pelo Republicanos. Estiveram presentes no evento o presidente municipal do partido, coronel Carlos Augusto, o presidente estadual do PL, Fábio Xavier e o ex-senador João Vicente Claudino.

O nome do ex-secretário de Segurança Pública também conta com o apoio de PTB e PMN. Inicialmente, o nome do deputado estadual Gessivaldo Isaías (Republicanos) era o mais cotado para a vaga de vice, mas após deliberação, o nome da pastora Diana foi escolhido pela legenda. Diana é master coach, escritora, educadora física e proprietária da Construtora R.R.

“Estamos bem animados na nossa campanha, nas nossas propostas de mudança para melhorar a cidade de Teresina. Estamos subindo nas pesquisas e eu ligo isso ao grupo que conseguimos formar e que concordam com a nossa proposta, como o PTB, Republicanos, PMN e a força do povo teresinense que tem cada dia mais acompanhado nossas propostas e nossas ideias”, disse Abreu.

Fábio Abreu ainda fez críticas à gestão do atual prefeito de Teresina, Firmino Filho (PSDB), que quer colocar Kleber Montezuma como seu sucessor no Palácio da Cidade. O capitão da Polícia Militar disse que o PSBD comanda a Capital há 30 anos e não tem mais o que acrescentar para a cidade.

"A questão de Teresina se encontra cansada em vários aspectos, tipo é uma gestão que há 30 anos comanda Teresina e não tem mais novo a apresentar, nenhuma proposta nova ou que venha resolver os problemas que Teresina tanto precisa, por exemplo o transporte público, a parte de saneamento básico e uma série de problema que não eles não apresentam uma solução”, destacou.

Segurança

Fábio, além de ex-secretário de Segurança é capitão da Polícia Militar do Piauí e comandou o Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone). Sobre o tema da Segurança Pública em Teresina, ele pontuou que é necessário atuar na área reforçando outras, como por exemplo, a Educação e o Esporte.

“Problemas de segurança deve ser tratado nesse momento, quando você trata a educação com qualidade, quando você trata o social e o esporte já estamos trabalhando a segurança diretamente e não somente com policiais nas ruas ou com a parte de inteligência, isso é um processo após uma falha nesse sistema, eu sempre fui de rua e sabia desse problema que mesmo sendo comandante de uma unidade especializada, eu criei um projeto social para combater a violência de forma indireta com a criação do pelotão mirim. Por isso, eu digo e repito a solução principal é a preventiva”, ressaltou.

Aliados

O deputado federal ainda detalhou que sempre teve conversas claras com o Republicanos para decidir quem iria compor a chapa com o nome da vice candidatura. O nome da delegada e ex-sub-secretária de Segurança, Anamelka Cadena era especulado para a disputa com o capitão.

“Decidimos com muita tranquilidade nossos partidos aliados, fomos muito claros com esses partidos no que se refere a questão de vice, sempre disse que a vice era do republicanos e realmente foi. Nossas conversas sempre foram bem claras e decididas, pois nosso objetivo é ter partidos aliados ao nosso plano de governo e que tenham as mesmas propostas”, acrescentou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Fábio Abreu oficializa pastora Diana como pré-candidata a vice

JVC oficializa apoio a Fábio Abreu e lança 44 candidatos a vereador

Republicanos escolhe pastora Diana para vaga de vice de Fábio Abreu

JVC diz que o PTB não exigiu vaga de vice para apoiar Fábio Abreu