Teresina - PI

Castro Neto diz que elevado não corre risco de desabamento

O Corpo de Bombeiros do Estado do Piauí, interditou na noite de quarta-feira (14), o elevado após encontrar falhas na estrutura. A obra foi inaugurada há um ano e sete meses.

Bárbara Rodrigues
Teresina
15/05/2019 07h51 - atualizado 08h39

O diretor do Departamento de Estradas de Rodagem (DER-PI), Castro Neto, afirmou nesta quarta-feira (15) que o elevado da Avenida Miguel Rosa, na zona sul de Teresina, não corre risco de desabamento.

O Corpo de Bombeiros do Estado do Piauí, interditou na noite de quarta-feira (14), o elevado após encontrar falhas na estrutura. A obra foi inaugurada há um ano e sete meses. O diretor do DER-PI afirmou que o local ficará interditado. Uma reunião com representantes da empresa responsável pela obra será feita ainda hoje e será elaborado um plano de ação.

  • Foto: Davi Fernandes/GP1O elevado fica localizado na zona sul de TeresinaO elevado fica localizado na zona sul de Teresina

“Não tem risco desabamento, vamos fazer um plano de recuperação do elevado, não é algo que será demorado. Ainda hoje vamos dar uma resposta sobre quanto tempo ficará interditado”, disse o diretor em entrevista ao Bom Dia Meio Norte.

A obra ainda está na garantia e a construtora será responsável pela recuperação do local. “A obra ainda está na sua garantia, por um prazo de cinco anos e não teremos problemas com isso”, afirmou Castro Neto.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Castro NetoCastro Neto

Corpo de Bombeiros

O major do Corpo de Bombeiros, José Veloso, explicou que os danos no elevado estão visíveis e que a reunião com representantes da empresa vai avaliar a situação.

“É bom ficar atento a obra, principalmente conferir a velocidade dos danos, então houve a necessidade de intervenção do Corpo de Bombeiros, até que seja feita essa avaliação com a empresa. Não resta dúvida que tem uma falha, é visível a olho nu e será feita uma avaliação a nível de projeto”, explicou o major.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Bombeiros interditam elevado da Avenida Miguel Rosa em Teresina

Elevado da Avenida Miguel Rosa apresenta falhas na estrutura