Piauí

Cebraspe convoca mais candidatos negros no concurso da PRF

O Ministério Público Federal acionou a Justiça nessa quinta-feira (18) pedindo a suspensão do concurso para garantir a efetiva reserva de vagas aos candidatos negros no certame.

19/07/2019 20h06 - atualizado 20h16

O Centro Brasileiro de Pesquisa em Avaliação e Seleção e de Promoção de Eventos (Cebraspe) divulgou, nesta sexta-feira (19), a convocação para o procedimento de heteroidentificação do concurso da Polícia Rodoviária Federal (PRF), dos candidatos negros não eliminados na avaliação psicológica e não eliminados na investigação social que não haviam sido convocados por este último edital.

Clique aqui e confira os nomes dos convocados

A convocação foi feita depois que o Ministério Público Federal acionou a Justiça nessa quinta-feira (18) pedindo a suspensão do concurso da Polícia Rodoviária Federal para garantir a efetiva reserva de vagas aos candidatos negros no certame.

De acordo com o comunicado do Cebraspe, o procedimento de heteroidentificação será realizado no dia 21 de julho de 2019.

O concurso

O certame está oferecendo 500 vagas em 17 estados brasileiros, incluindo o Piauí, com salário inicial de R$ 9.473,57. São 17 vagas para o Acre, 28 para o Amapá, 23 vagas no Amazonas, 17 vagas para a Bahia, 27 vagas para Goiás, 18 vagas no Maranhão, 9 vagas em Minas Gerais, 35 vagas para Mato Grosso do Sul, 57 vagas para Mato Grosso, 81 no Pará, 22 no Piauí, 10 para o Rio de Janeiro, 23 para o Rio Grande do Sul, 74 em Rondônia, 15 em Roraima, 19 para São Paulo e 25 vagas para Tocantins.

Suspensão

O concurso chegou a ser suspenso, no mês de fevereiro, em cumprimento a uma decisão proferida nos autos de uma Ação Popular que tramita na 2ª Vara Federal da Seção Judiciária do Ceará.

A ação foi proposta logo após a publicação do edital de abertura do certame alegando ilegalidade do referido edital de abertura em decorrência de cláusula que determinava que o candidato deveria realizar todas as fases do concurso na Unidade da Federação escolhida pelo candidato como local de lotação.

As provas foram realizadas em 17 estados. O objetivo da ação era que os candidatos pudessem fazer todas as fases do certame em qualquer capital brasileira, independentemente do local de lotação escolhido pelo candidato.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

MPF aciona a Justiça e pede suspensão do concurso da PRF

Cespe divulga resultado final da prova de redação do concurso da PRF

Concurso da PRF é suspenso após determinação da Justiça Federal

PRF divulga edital de concurso público com vagas para o Piauí