Teresina - PI

Chico Wilson discorda do apoio do PSDB a candidato de outro partido

“Não concordo, eu particularmente não concordo [com PSDB apoiando candidato de outro partido]", afirmou o ex-vereador.

Germana Chaves
Teresina
27/06/2019 17h16 - atualizado 18h14

O ex-vereador e ex-presidente do Diretório do PSDB de Teresina, Chico Wilson, foi taxativo ao declarar que discorda da possibilidade do partido vir a apoiar um nome de outra sigla na disputa pela Prefeitura de Teresina em 2020. Ele justificou que o clã tucano tem uma trajetória vitoriosa quando se trata do Palácio da Cidade e que, portanto, seria um desperdício tirar do partido a possibilidade de fazer mais um sucessor.

“Não concordo, eu particularmente não concordo [com PSDB apoiando candidato de outro partido]. Eu sei que é uma decisão partidária e que passa pelas esferas superiores. Em todo partido, existe uma hierarquia, mas sem querer convencer ninguém, eu não concordo. Existe um caso de amor entre o PSDB e o povo de Teresina. Já são sete vitórias seguidas onde o PSDB logra êxito nas eleições municipais. Então, eu não veria de imediato, nenhum motivo palpável que justificasse que isso viesse a ocorrer”, declarou o ex-vereador.

  • Foto: Helio Alef/GP1Chico WilsonChico Wilson

Juntos e misturados

O prefeito de Teresina Firmino Filho tem uma aliança sólida com o senador Ciro Nogueira, presidente nacional do Progressistas. Os dois, sempre que questionados, garantem que essa unidade será mantida, inclusive, nas próximas eleições. O chefe do Palácio da Cidade chegou a admitir a possibilidade de dar sustentação à candidatura de outra legenda, inclusive, do próprio PP.

Da mesma forma, Ciro mantém o discurso de apoio ao candidato que Firmino escolher. “Desde a eleição passada, temos sido o principal sustentáculo, tanto político quanto administrativo da Capital, sobretudo, acerca de investimentos. Essa é uma parceria consolidada, essa aliança é indestrutível”, afirmou o senador em recente entrevista ao GP1.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ciro afirma que aliança com Firmino Filho é "indestrutível"

Ciro diz que Firmino Filho vai conduzir processo eleitoral em 2020