Teresina - PI

Cícero confronta Dudu e descarta consenso sobre diretório do PT

“Tem consenso se for em meu nome, aí está feito o consenso. Mas, para retirar [o nome da disputa] não. O consenso seria no meu nome até porque sou mais velho dos três [Dudu e Paixão]”, disparou Cicero

Germana Chaves
Teresina
14/05/2019 14h44 - atualizado 16h17

O deputado estadual Cícero Magalhaes (PT) discordou do vereador de Teresina Dudu Borges (PT) que, durante entrevista à imprensa na manhã desta terça-feira (14), falou que iria propor ao deputado que ele retirasse o nome da disputa pela Presidência do PT da Capital em favor do atual dirigente da sigla, o ex-vereador Gilberto Paixão.

Cícero foi taxativo e avisou que consenso só se for em torno de seu nome e não de outra pessoa do partido, como cogitou Dudu.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Cícero MagalhãesCícero Magalhães

“Tem consenso se for em meu nome, aí está feito o consenso. Mas, para retirar [o nome da disputa] não. O consenso seria no meu nome até porque sou mais velho dos três [Dudu e Paixão]”, disparou Cicero

Eleições

O PT vai realizar um Processo de Eleição Direta (PED) que vai definir os representantes que estarão à frente dos diretórios estadual e municipais do partido em todo o Estado. O processo de escolha vai ser realizado em setembro deste ano e a ‘briga’ pelo comando do Diretório de Teresina já tem dado ‘pano pra manga’. Além de Cícero e Gilberto Paixão, Dudu também chegou a cogitar a se lançar na concorrência, mas admitiu recuo desde que haja consenso em torno do nome de Paixão.

NOTÍCIA RELACIONADA

Cícero Magalhães diz que vai disputar Diretório Municipal do PT