Teresina - PI

Cícero Magalhães descarta consenso na disputa pelo Diretório do PT

Ao reforçar que o consenso só vai acontecer se for em favor de seu nome, Cícero soltou: “Se nem o Lula teve consenso, imagina aqui”.

Germana Chaves
Teresina
24/05/2019 14h55 - atualizado 14h58

A disputa pelo comando do Diretório Municipal do PT de Teresina está ‘fervendo’. Durante entrevista à imprensa nesta quinta-feira (23), o deputado estadual Cícero Magalhães, que garantiu concorrer ao cargo, voltou a afastar a possibilidade de um eventual consenso com os adversários, o vereador Dudu Borges e o atual comandante da executiva petista da capital, Gilberto Paixão.

Ao reforçar que o consenso só vai acontecer se for em favor de seu nome, Cícero soltou: “se nem o Lula teve consenso, imagina aqui”.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Cícero MagalhãesCícero Magalhães

Bandeira branca

Em recente entrevista à nossa reportagem, Dudu chegou a propor uma aliança com Magalhães para apoiar a reeleição de Gilberto Paixão. Mas o deputado se mostrou irredutível e disse que consenso só se for em seu nome.

Dudu, por sua vez, respondeu ao companheiro de partido e afirmando que se não houver acordo, as duas correntes vão definir o impasse no voto.

NOTÍCIAS RELACIONDAS

Cícero confronta Dudu e descarta consenso sobre diretório do PT

Dudu quer que Cícero Magalhães desista de disputar diretório do PT