Teresina - PI

Ciro admite insatisfação de membros do PP em aliança com Wellington

“Não vou negar que existem pessoas dentro do PT que não gostam do Ciro Nogueira e tem pessoas dentro do Progressistas que não gostam do Wellington Dias", disse o senador.

Germana Chaves
Teresina
11/08/2019 12h06 - atualizado 12h16

O vereador de Teresina R. Silva não tem feito esforço para esconder a insatisfação com a aliança entre seu partido, o Progressistas e o Governo Wellington Dias, que é do PT. Ele chegou ao ponto de declarar ao GP1 na semana passada, que estava na torcida para o rompimento com o Palácio de Karnak em 2022, ano das eleições estaduais.

Durante entrevista à nossa reportagem na última quinta-feira (08), o presidente nacional do PP, o senador Ciro Nogueira Filho, comentou a posicionamento de seu correligionário e confirmou que existem descontentamentos de ambos os lados.

“Não vou negar que existem pessoas dentro do PT que não gostam do Ciro Nogueira e tem pessoas dentro do Progressistas que não gostam do Wellington Dias. Mas, eu e Wellington sempre tivemos maturidade para isso não afetar os interesses do Estado. As lideranças maiores têm que saber superar esses problemas”, declarou o senador.

  • Foto: Helio Alef/GP1Ciro Nogueira Ciro Nogueira

O senador voltou a dizer que mesmo com os impasses internos, a sociedade piauiense compreendeu os planos do grupo para o Estado quando os reelegeu.

“Eu pude ajudar o Governo Wellington Dias no governo passado. As coisas aconteceram, tanto que fui reeleito e o Wellington também, então a população aprovou essa união. Tenho um diálogo constante com ele sobre os assuntos do Estado e até pessoais. Se pudermos ficar juntos vai ser maravilhoso, se não, saberemos entender”, frisou o presidente do PP.

Eleições municipais

Ciro Nogueira disse estar ciente de que as eleições municipais do próximo ano vão gerar situações conflituosas para o PP e o PT, mas, ele repetiu que ele e o governador deverão ter maturidade para contornar os problemas.

“Vão ter muitos conflitos nas eleições municipais, são situações que temos que enfrentar e que são naturais da política. Hoje o PP é disparado o maior partido do Estado, segundo é o PT. Então tem os enfrentamentos, mas, eu e o Wellington vamos ter maturidade para resolver”, reforçou ele.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ciro admite possibilidade de rompimento com Wellington Dias

Ciro Nogueira afirma que Wellington Dias será candidato a senador

Ciro Nogueira vai se reunir com filiados para tratar sobre eleição