Teresina - PI

Ciro Nogueira revela condição para aceitar o PT com duas vagas

“Desde que o Progressistas também fique com duas, eu concordo [com dois cargos para o PT]”, declarou o senador.

Germana Chaves
Teresina
08/06/2018 13h54 - atualizado 09/06/2018 00h54

O senador Ciro Nogueira Filho, presidente nacional do Progressistas, não compactua com a ideia de o PT ter mais de um espaço na chapa majoritária do governador Wellington Dias, que é petista. Essa posição ficou clara no momento em que o senador, durante entrevista ao GP1, nesta sexta-feira (08), revelou as condições em que aceitaria que o Partido dos Trabalhadores fosse agraciado com mais vagas no grupo majoritário do Governo.

“Desde que o Progressistas também fique com duas (vagas), eu concordo [com dois cargos para o PT]”, declarou o senador. Ciro decidiu se posicionar diante dos comentários de que, além de Wellington Dias, o PT também já teria assegurado a participação da senadora Regina Sousa na chapa majoritária.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Ciro NogueiraCiro Nogueira

Ciro fez as colocações durante solenidade na Prefeitura de Teresina com o ministro de Minas e Energia, Moreira Franco. Na oportunidade, o senador também voltou a dizer que o cargo de vice de Wellington Dias não está assegurado ao MDB como corre nos bastidores.

“Me perdoe o MDB, mas, acho que é mais notícia plantada. Até agora não existe isso, pode até ser [que o espaço fique com os emedebistas]. Se o MDB tiver [a vaga] vai contar com o nosso apoio, mas, não tem nada definido” frisou ele.

O senador também demonstrou exaustação acerca das discussões sobre a vaga de vice, que hoje é ocupada por sua correligionária, Margarete Coelho. Mais uma vez, Ciro Nogueira cobrou uma definição rápida do governador.

“Acho que é o ideal em junho [definir], até para mudar essa pauta. Tanta coisa mais séria no Estado, mais importante como a solenidade de hoje, mas, só se fala em escolha de vice. Passa até uma imagem ruim para a população, de que político só se preocupa com cargos. A gente tem que mudar essa pauta. Está na hora de nós definirmos. Quem for escolhido, ótimo, quem não for, para procurar as alternativas. Temos que definir logo essa questão da chapa proporcional e definir logo essa famosa escolha da vice. Parece que a vice é até mais importante do que o Governo. Vamos mudar essa pauta”, criticou Ciro.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ciro Nogueira diz que vaga de vice não está garantida ao MDB

Mais de 100 prefeitos vão reivindicar Margarete Coelho na vice

MAIS NA WEB