Esportes

Clipe com modelo que acusa Neymar explode no Youtube após denúncia

O vídeo "Fogo Cruzado", do cantor Zula, está no ar desde agosto de 2017 e não chegava a 10 mil visualizações antes da denúncia.

Débora Dayllin
Teresina
06/06/2019 20h03 - atualizado 21h16

Um clipe que conta com a participação da modelo Najila Trindade, que acusa o jogador Neymar de estupro e agressão está bombando no Youtube.

O vídeo "Fogo Cruzado", do cantor Zula, está no ar desde agosto de 2017 e não chegava a 10 mil visualizações antes da denúncia. Após a repercussão, o vídeo já conta com mais de 800 mil acessos.

O clipe veio à tona quando o nome da modelo foi divulgado em rede nacional no último dia 4. De acordo com o Extra, o cantor Zula vêm aproveitando a visibilidade da melhor forma, e já teria recebido propostas de entrevistas até fora do Brasil.

Entenda o caso

Najila Trindade registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) acusando o jogador Neymar, do Paris Saint-Germain e da seleção brasileira, de ter cometido estupro. O crime teria acontecido em Paris, na França, em 15 de maio, às 20h20, em um hotel de luxo da cidade.

No documento, a vítima relata que conheceu o jogador pelo Instagram e, após trocas de mensagens, foi convidada por Neymar para ir até Paris para um encontro. Um assessor do atacante, que a moça chamou de "Gallo", entrou em contato e passou os dados da passagem aérea e de hospedagem em Paris. O B.O. indica que a mulher viajou em 14 de maio e, no dia seguinte, chegou à capital francesa, se hospedando no hotel Sofitel Paris Arc Du Triomphe.

Ela contou que Neymar chegou por volta de 20 horas no hotel, aparentemente embriagado, e após conversarem e trocarem carícias, o jogador se tornou agressivo e "mediante violência, praticou relação sexual contra a vontade da vítima".

NOTÍCIAS RELACIONADAS

'Fui vítima de estupro', diz Najila Trindade, mulher que acusa Neymar

Suposta vítima de Neymar depõe amanhã em São Paulo

Atacante Neymar está fora da Copa América, diz CBF