Barreiras do Piauí - PI

Coligação pede cassação da candidatura do prefeito Mauricin

A ação foi impetrada pelo candidato a prefeito de Barreiras do Piauí, Manoel Aroldo Barreira Filho, o Aroldin (PT).

Thais Guimarães
Teresina
18/10/2020 18h27 - atualizado 18h27

O candidato a prefeito de Barreiras do Piauí, Manoel Aroldo Barreira Filho, o Aroldin (PT), ingressou com Ação de Investigação Judicial Eleitoral (AIJE) na última sexta-feira (16) em face do atual prefeito Mauricin (PP), pedindo imediata cassação de sua candidatura, sob acusação de que ele estaria praticando abuso de poder político.

Na peça inicial, Aroldin argumenta que o atual prefeito “vem agindo em desrespeitoso afronte a Legislação Eleitoral, com intuito ilegal de, abusando do Poder Político, angariar votos nestas Eleições Municipais de 2020”.

Nos autos, o candidato, que representa a coligação “A vitória com deus e a força do povo”, apresenta materiais informativos noticiando que Mauricin sancionou plano de cargos e salários de servidores públicos em período vedado pela legislação eleitoral.

“Dessa forma, como único meio de resguardar os direitos dos investigantes, que já se encontram sofrendo prejuízos políticos, bem como o bom prosseguimento do procedimento eleitoral, se faz necessário impedir a continuidade das lesões ora impugnadas”, consta na petição.

Diante disso, o candidato Aroldin pediu concessão de liminar determinando que o prefeito Mauricin revogue a lei que autorizou a implementação do plano de carreira dos servidores municipais, e por fim, solicitou que a Justiça Eleitoral determine a cassação do registro, diploma ou mandato do gestor, a depender do momento em que for proferida a decisão , bem como a inelegibilidade do atual prefeito.

Outro lado

Procurado, o prefeito Mauricim não foi localizado pelo GP1.

Mais conteúdo sobre: