Água Branca - PI

Comerciante morre 24 horas após receber alta do HUT

Por meio de nota, o HUT informou que Maycon deu entrada na madrugada de quinta-feira (16), por volta 2h, com duas perfurações de arma de fogo, uma na barriga e outra na região trapézio.

Fábio Wellington
Teresina
Willyam Ricardo
Teresina
24/01/2020 17h06 - atualizado 17h43

Um comerciante identificado como Maycon Teixeira Magalhães, de 46 anos, morreu na noite desta quinta-feira (23), 24h depois de receber alta do Hospital de Urgência de Teresina (HUT). Ele já estava na casa dos pais, na cidade de Água Branca, quando teve uma parada cardiorrespiratória.

Por meio de nota, o HUT informou que Maycon deu entrada na madrugada de quinta-feira (16), por volta 2h, com duas perfurações de arma de fogo, uma na barriga e outra na região trapézio. Ele foi baleado durante um assalto no bairro Piçarra, centro-sul de Teresina.

  • Foto: Reprodução/FacebookMaycon Teixeira MagalhãesMaycon Teixeira Magalhães

Ainda de acordo com o hospital, uma das balas atingiu a medula, ocasionando um traumatismo raquimedular gravíssimo que o deixou paraplégico. A unidade de saúde ressaltou, que o paciente foi submetido a todos os cuidados médicos, e que no momento da alta médica, Maycon estava consciente e orientado, ou seja, com todas as condições clínicas estáveis.

Maycon Teixeira Magalhães, foi velado e sepultado no município de Água Branca.

Confira a nota na íntegra

A direção do HUT informa que o paciente Maycon Teixeira Magalhães, 46 anos, deu entrada nesse nosocômio no dia 16 de janeiro, às 2h33, vítima de múltiplas perfurações por arma de fogo. Maycon foi imediatamente atendido pela equipe do plantão e encaminhado com urgência para o centro cirúrgico. Foi realizada uma toracostomia com drenagem pleural.

Maycon teve ainda um traumatismo raquimedular gravíssimo que o deixou paraplégico. Durante sua internação o paciente foi acompanhado por profissionais de diversas especialidades como neurocirurgião, cirurgião torácico, cirurgião vascular, fisioterapeuta, psicólogos e a equipe de enfermagem. No momento da alta hospitalar Maycon estava consciente e orientado, ou seja, com todas as condições clínicas estáveis.

Mais conteúdo sobre: