Teresina - PI

Conheça os 13 candidatos que vão disputar a Prefeitura de Teresina

Ao todo, 13 candidatos (sendo quatro mulheres) estão no páreo pelo cargo de prefeito da capital, em uma disputa que já se mostra bastante acirrada.

Thais Guimarães
Teresina
17/09/2020 21h20 - atualizado 18/09/2020 09h44

Encerraram nesta quarta-feira (16) as convenções partidárias onde foram homologadas as candidaturas daqueles que vão disputar as eleições municipais deste ano em Teresina. Ao todo, 13 candidatos (sendo quatro mulheres) estão no páreo pelo cargo de prefeito da capital, em uma disputa que já se mostra bastante acirrada.

Os candidatos que estão na corrida rumo ao Palácio da Cidade são: Dr. Pessoa (MDB), Fábio Abreu (PL), Fábio Novo (PT), Fábio Sérvio (PROS), Gervásio Santos (PSTU), Gessy Fonseca (PSC), Kleber Montezuma (PSDB), Lourdes Melo (PCO), Lucineide Barros (PSOL), Major Diego (Patriota), Mário Rogério (Cidadania), Pedro Laurentino (Unidade Popular) e Simone Pereira (PSD).

Esses nomes, que se preparam para a disputa, defendem as mais diversas bandeiras. Há candidatos que têm posicionamento de ordem mais conservadora, outros que se colocam no chamado “centro”, há também os de esquerda e ainda aqueles de extrema esquerda.

O GP1 apresenta, nesta matéria, um pouco da história de cada um desses candidatos, que pretendem chegar ao cargo mais importante do poder executivo municipal.

Conheça os candidatos (listados por ordem alfabética):

Dr. Pessoa (MDB)

Apoiado pelo presidente da Assembleia Legislativa do Piauí, Themístocles Filho (MDB), Dr. Pessoa disputa novamente a Prefeitura de Teresina. O médico foi eleito vereador da capital em 2000, 2004, 2008 e 2012. Foi eleito deputado estadual em 2014 e em 2016 disputou pela primeira vez o cargo de prefeito, sendo derrotado por Firmino Filho. Já em 2018, concorreu ao Governo do Piauí, perdendo para Wellington Dias.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Dr. PessoaDr. Pessoa

A candidatura do ex-deputado foi homologada durante convenção na sede do MDB na última terça-feira (15). A chapa foi confirmada com o também ex-deputado estadual Robert Rios como candidato a vice-prefeito pelo PSB.

Fábio Abreu (PL)

O deputado federal Fábio Abreu (PL) é capitão da Polícia Militar do Piauí e comandou por muitos anos o Batalhão de Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone). O policial é especialista em Segurança Pública pela Universidade Estadual do Piauí e foi eleito para seu primeiro mandato pelo PTB em 2014. Em 2015, se licenciou para assumir a Secretaria de Estado da Segurança Pública do Piauí. Em 2018 foi reeleito e novamente se licenciou para assumir a SSP-PI. Atualmente é aliado do governador Wellington Dias (PT).

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Fábio Abreu Fábio Abreu

Fábio Abreu tem como vice na chapa a pastora Diana Carvalho, indicada pelo partido Republicanos. Diana é master coach, escritora, educadora física e proprietária da Construtora R.R.

A homologação da chapa, que também conta com o apoio do PTB e do PMN, ocorreu nesta quarta-feira (16), em convenção realizada no Atlantic City.

Fábio Novo (PT)

Candidato apoiado por Wellington Dias, o petista iniciou a vida política aos 19 anos no município de Bom Jesus, no Sul do estado. Foi vereador, secretário municipal de Educação e Cultura e vice-prefeito daquela cidade. Jornalista, Fábio Novo veio para a capital onde começou a ganhar notoriedade.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fábio NovoFábio Novo

Em 2008, Fábio Novo assumiu uma cadeira na Assembleia Legislativa do Piauí (Alepi) como suplente do deputado Olavo Rebelo e em 2010 foi eleito deputado estadual, sendo reeleito em 2014 e 2018. Novo é conhecido ainda por ter ficado à frente da Secretaria de Estado da Cultura.

No dia 11 de setembro aconteceu a convenção do PT, Solidariedade, Rede e PCdoB, que homologou a candidatura de Fábio Novo na disputa pela Prefeitura de Teresina e do professor Erico Luís (PTC), como vice na chapa.

Fábio Sérvio (PROS)

O publicitário e empresário Fábio Sérvio adota um perfil mais conservador e fará oposição ao grupo de Firmino Filho. Em 2018, disputou o Governo do Estado pelo PSL, na época partido do presidente Jair Bolsonaro, e obteve 63.431 votos, ficando em quarto lugar.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Fábio SérvioFábio Sérvio

O PROS realizou convenção no dia 14 homologando a chapa, que terá como vice Raoli Soares, também filiado ao partido. A sigla lançou ainda 25 candidatos a vereador, dentre eles, a irmã do cantor Frank Aguiar e presidente estadual da sigla, Marilene Aguiar, e o educador físico Demóstenes Ribeiro.

Gervásio Santos (PSTU)

João Gervásio dos Santos Neto é graduado em Licenciatura Plena em História pela Universidade Federal do Piauí e mestre em Educação pela mesma universidade. É professor da rede municipal e estadual de Educação. Filiado ao PSTU, desde 1998 Gervásio Santos disputa cargos eletivos. Nas eleições de 98, Gervásio foi candidato a vice na chapa de Geraldo Carvalho, quando o PSTU lançou chapa pura. Em 2002 foi candidato a senador, em 2004 disputou o cargo de vereador e em 2006 se candidatou a deputado federal.

  • Foto: Divulgação/AscomGervásio SantosGervásio Santos

A candidatura de Gervásio foi homologada em convenção do diretório municipal do PSTU no dia 12 de setembro. O vice na chapa é Egmar Júnior, professor do Instituto Federal do Piauí (IFPI).

Um fato curioso é que o Gervásio Santos é irmão de Kleber Montezuma, candidato do PSDB apoiado por Firmino Filho.

Gessy Fonseca (PSC)

Com apenas 29 anos, a empresária Gessy Fonseca foi o nome escolhido pelo PSC para disputar a Prefeitura de Teresina, ao lado de Mara Denise, candidata a vice. Com isso, o partido acredita sair fortalecido ao apresentar duas mulheres para participarem da corrida eleitoral. Gessy Fonseca tem experiência na área empresarial e acredita que isso é um fator diferencial para o desenvolvimento econômico da cidade no período pós-pandemia.

  • Foto: Alef Leão/GP1Gessy Fonseca, candidata a prefeita de Teresina pelo PSCGessy Fonseca, candidata a prefeita de Teresina pelo PSC

A convenção do PSC ocorreu no dia 14, e contou com a presença de figuras importantes do partido, como Valter Alencar Rebelo, que havia sido cotado para ser o candidato da sigla.

Kleber Montezuma (PSDB)

Candidato do prefeito Firmino Filho (PSDB), Montezuma é economista e mestre em Educação pela Universidade Federal do Piauí (UFPI). Recentemente deixou a Secretaria Municipal de Educação (Semec), e já foi secretário de Trabalho e Assistência Social (1993-1996), de Habitação e Urbanismo (1997-2000) e Educação e Cultura (2001-2004). Esta é a primeira vez que Kleber se candidata a um cargo majoritário. Em 1988, foi candidato a vereador e obteve 306 votos e em 2006 foi candidato a deputado estadual, tendo obtido 1.569 votos.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Kleber Montezuma ao lado de Firmino Filho e Ciro NogueiraKleber Montezuma ao lado de Firmino Filho e Ciro Nogueira

A candidatura de Montezuma foi homologada em convenção realizada no dia 14 de setembro. O candidato a vice é o ex-vereador R. Silva, indicado pelo Progressistas do senador Ciro Nogueira.

Kleber Montezuma vai enfrentar o irmão Gervásio Santos (PSTU) nestas eleições.

Lourdes Melo (PCO)

A professora Lourdes Melo (PCO) já uma pessoa bastante conhecida principalmente nos movimentos sociais, e vai disputar a vaga de prefeita da capital tendo como vice a também professora Albetiza Moreira.

  • Foto: Marcelo Cardoso/GP1Lourdes MeloLourdes Melo

A chapa foi homologada em convenção realizada no dia 13. Lourdes Melo disputou as últimas eleições para o Governo do Estado em 2018, e para a Prefeitura de Teresina em 2016.

Lucineide Barros (PSOL)

O PSOL também vai apostar em duas mulheres na chapa que vai concorrer ao Palácio da Cidade. A candidata é a professora Lucineide Barros, que tem como vice Cyntia Falcão.

Lucineide Barros é professora efetiva da Universidade Estadual do Piauí (UESPI), bastante conhecida e respeitada nos movimentos sociais e populares de Teresina.

  • Foto: Divulgação/AscomLucineide BarrosLucineide Barros

A convenção do PSOL que homologou a chapa foi realizada na terça-feira (15), em um restaurante embaixo da ponte do Poti Velho, que dá acesso ao bairro Santa Maria da Codipi.

Major Diego (Patriota)

Diego Melo é major da Polícia Militar do Piauí e presidente da Associação dos Oficiais Militares do Estado do Piauí (Amepi). Especialista em Gestão de Segurança Pública e Ciências Especiais, o militar participou do Governo Wilson Martins, tendo sido um dos responsáveis pela criação do Ronda Cidadão. Em 2018 foi candidato a deputado federal pelo PROS e obteve 17.527 votos.

  • Foto: Alef Leão/GP1Major Diego, Dra. Elisvânia e o vereador Dr. LázaroMajor Diego, Dra. Elisvânia e o vereador Dr. Lázaro

O diretório municipal do Patriota realizou convenção partidária no último dia 07, e homologou a candidatura de Major Diego para o cargo de prefeito de Teresina, tendo como vice a médica ginecologista Elisvania Rodrigues.

Mário Rogério (Cidadania)

Radialista, empresário e presidente do partido Cidadania, Mário Rogério já foi candidato a vereador por duas vezes em Teresina. A convenção da legenda foi realizada no dia 13 de setembro. A vice na chapa é a tecnóloga em gestão hospitalar, Nazaré Barbosa, que também faz parte dos quadros do Cidadania em Teresina.

  • Foto: Reprodução/FacebookJornalista Mário RogérioJornalista Mário Rogério

A princípio, o jornalista estava colocado como pré-candidato a vereador, mas recuou da estratégia para fortalecer o grupo político do Cidadania, que pretende eleger dois nomes para a Câmara Municipal.

Pedro Laurentino (Unidade Popular)

Pedro Laurentino vai disputar a Prefeitura de Teresina tendo como vice a estudante universitária Ellica Ramona, também da Unidade Popular (UP). Ele é servidor federal concursado, sindicalista e coordenador do Comitê Memória, Verdade e Justiça de Teresina. Também é poeta, autor de quatro livros, sendo o último, Sentinela da Aldeia, lançado em 2019. Presidiu o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal Rural de Pernambuco em 1977.

  • Foto: DivulgaçãoPedro LaurentinoPedro Laurentino

A convenção da Unidade Popular (UP) em Teresina aconteceu no dia 11 de setembro. A chapa é apoiada pelo Partido Comunista Brasileiro (PCB).

Simone Pereira (PSD)

  • Foto: Alef Leão/GP1Simone PereiraSimone Pereira

Aliada do deputado federal Júlio César Lima (PSD) e do deputado estadual Georgiano Neto (PSB), Simone Pereira é ex-secretária de Estado do Agronegócio e Empreendedorismo Rural (Seagro). A candidata exerceu ainda o cargo de coordenadora da Coordenadoria de Desenvolvimento Social e Lazer (Cdsol). Esta é a primeira vez que ela concorre a um cargo eletivo.

O PSD homologou no dia 14 de setembro a candidatura de Simone Pereira e de seu vice, Valter Rei das Motos.

Data das eleições

As eleições municipais deste ano acontecem no dia 15 de novembro, de maneira presencial. No início da pandemia de covid-19, foi cogitada a hipótese de adiamento, contudo, a data acabou sendo mantida.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Candidatura de Fábio Novo é homologada durante convenção

Candidatura de Kleber Montezuma é oficializada durante convenção

Kleber Montezuma x Gervásio: irmãos disputam Prefeitura de Teresina

PSOL oficializa candidatura de Lucineide Barros a prefeita de Teresina

MDB oficializa candidatura do Dr. Pessoa a prefeito de Teresina

Candidatura de Fábio Abreu é homologada durante convenção do PL