Esportes

Conmebol realiza sorteio e define grupos da Copa Libertadores 2020

Corinthians e Internacional, que disputam a pré-Libertadores, entram na segunda fase da competição em busca de uma vaga nas chaves definidas.

Jonas Carvalho
Teresina
18/12/2019 08h57 - atualizado 08h57

Em sorteio realizado na noite dessa terça-feira (17), em Luque, no Paraguai, os seis clubes brasileiros conheceram os seus adversários da fase de grupos da Copa Libertadores da América. Corinthians e Internacional, que disputam a pré-Libertadores, entram na segunda fase da competição em busca de uma vaga nas chaves definidas.

Atual detentor do título, o Flamengo integra o grupo A ao lado do campeão da Copa Sul-Americana de 2019, o Independiente Del Valle - EQU, e Júnior Barranquilla - COL. O último integrante da chave sai do campeão do primeiro confronto da terceira fase da pré-Libertadores.

O Palmeiras, terceiro colocado no Brasileiro de 2019, compõe o grupo B ao lado de Bolívar-BOL e o Tigre-ARG. O quarto time a integrar a disputa será definido após o segundo embate da terceira fase da competição.

O Athletico Paranaense, atual campeão da Copa do Brasil, joga ao lado de Peñarol-URU e Colo Colo-CHI pelo grupo C. A última equipe a integrar a chave será definida com o segundo colocado do Campeonato Boliviano.

Em chave complicada, o São Paulo vai disputar uma vaga nas oitavas diante do River Plate, campeão da Libertadores em 2018, da LDU Quito-QUE e Binacional-PER Compõem o grupo E, Grêmio, Universidade Católica do Chile e América de Cali-COL. O vencedor do quarto confronto da terceira fase fecha a chave E.

Sem brasileiros, o grupo F é composto por Nacional-URU, Racing-ARG, Alianza Lima-PER, Estudiantes-VEN. Na chave G, o Santos, vice-campeão brasileiro, enfrenta o Olímpia-PAR, Delfín-EQU e Defensa y Justicia, da Argentina. Boca Júniors-ARG, Libertad-PAR e Caracas-VEN compõem o grupo H. O quarto componente será definido com os vitoriosos da terceira fase.

Como premiação, a Conmebol definiu que o grande campeão terá o direito de levar para casa R$ 75,3 milhões em 2020. Os confrontos da primeira fase iniciam em janeiro.