Política

Contrato para assinatura da Carta Capital será revogado, diz Flávio Dino

"A Secretaria destaca que o referido contrato está em processo de revogação, por conveniência e oportunidade da administração pública", diz trecho da nota.

Wanessa Gommes
Teresina
02/09/2020 21h08 - atualizado 21h09

A Secretaria de Estado da Educação do Maranhão (Seduc) enviou, na noite desta quarta-feira (02), nota de esclarecimento acerca de matéria publicada nesta tarde intitulada “Flávio Dino gasta R$ 1,2 milhão em assinaturas da Carta Capital”.

Em nota, a secretaria diz que a assinatura de periódicos, livros e obras não literárias se trata de uma prática comum, para compor o acervo destes espaços e contribuir com a aprendizagem dos estudantes e que o contrato, firmado este ano, foi firmado em um momento em que existia a perspectiva de retorno às aulas presenciais, a partir de agosto de 2020.

“Contudo, como no momento não existe a previsão para retorno das atividades presenciais nas escolas, a Secretaria destaca que o referido contrato está em processo de revogação, por conveniência e oportunidade da administração pública, uma vez em que não há previsibilidade para utilização do objeto”, diz trecho da nota.

Confira abaixo a nota na íntegra

  • Foto: DivulgaçãoNota da SeducNota da Seduc

NOTÍCIA RELACIONADA

Flávio Dino gasta R$ 1,2 milhão em assinaturas da Carta Capital

Mais conteúdo sobre: