Teresina - PI

Convertida em preventiva prisão de acusado de pedofilia em Pedro II

A decisão foi assinada pelo juiz Ermano Chaves Portela Martins, da Central de Inquéritos nesta quarta-feira (22).

Davi Fernandes
Teresina
24/01/2020 08h18 - atualizado 08h30

O juiz Ermano Chaves Portela Martins, da Central de Inquéritos, converteu na última quarta-feira (22) em preventiva a prisão de Francisco James Teixeira Nunes, acusado de assediar sexualmente uma criança de apenas 7 anos. O suspeito foi preso na tarde de terça-feira (21) por volta de 17h em Pedro II.

Na última quarta-feira (22), o GP1 teve acesso a prints da conversa em que Francisco James Teixeira Nunes assedia sexualmente a criança de sete anos. Ele entrou em contato com a vítima por meio do aplicativo WhatsApp e na conversa, Francisco James enviou fotos nu para a criança e pediu que ela também enviasse foto de calcinha.

Ao receber as primeiras imagens, a criança ficou assustada e contou para os pais, que se passaram pela menina para dar continuidade à conversa e então fazer o flagrante em Pedro II. A família da criança mora em Teresina.

  • Foto: Alef Leão/GP1Celular da criançaCelular da criança

Nas mensagens o homem diz que quer fazer sexo com a menina e fala sobre seu órgão sexual, mandando diversas fotos para a criança. A todo momento Francisco James pede para que a menina envie fotos de calcinha e atenda suas chamadas de vídeo. Além de fotos e mensagens de cunho sexual, o acusado também enviou vídeos pornográficos.

Confessa crime

Ainda nas mensagens o acusado confessou que realizou ato sexual com uma criança de nove anos. A criança, segundo Francisco James, é filha de uma vizinha, que após o incidente se mudou de Pedro II para São Paulo.

"Monstro"

O delegado Ademar Canabrava, titular do 12° Distrito Policial, disse que foi comunicado do caso pelo pai da criança e imediatamente entrou em contato com a equipe de investigação da Polícia Civil, que realizou a prisão do acusado em Pedro II. “No momento da prisão, ele estava mandando fotos sem roupa para a menina e vídeos pornográficos. Esse monstro está preso aqui e foi autuado em flagrante”, disse o delegado.

  • Foto: Alef Leão/GP1CanabravaCanabrava

Criança está traumatizada

O pai da criança de 7 anos, Guilherme Berger, contou ao GP1 que o acusado mandou mensagens com conteúdo pornográfico para a sua filha, que ficou traumatizada e contou tudo para a mãe. “Minha filha não está conseguindo dormir, pois ela sabe que tinha um criminoso tentando invadir o seu celular. Eu soube do fato porque a minha filha contou tudo para a minha esposa e quando ela viu o teor das mensagens ficou assustada, ele chegou a mandar foto nu para a minha menininha”, detalhou o pai da criança.

"Maníaco"

Ainda segundo o pai da criança, em uma das mensagens o acusado chegou a afirmar que fez sexo com uma criança de 9 anos. “Uma pessoa dessa para mim é um maníaco, ele convidou minha filha para fazer atos sexuais, mandou vídeo de adulto transando com criança e ainda afirmou que tinha transado com uma criança de 9 anos, que era uma vizinha dele. Depois que vi todas essas mensagens comecei a responder o suspeito pelo celular da minha filha e ele implorava por fotos dela despida para ele se masturbar”, contou Guilherme Berger.

Defesa alega que homem tem problema mental

O advogado do suspeito, Aarão Araújo, afirmou ao GP1, nesta terça-feira (21), que Francisco James possui problemas mentais. “A princípio foi feito esse flagrante acompanhado pelo pai que estava se passando pela criança. Ele [Francisco James], falava sem muito conhecimento do que estava fazendo, pois desde 2010 que existe um processo de interdição, ele é representado pela mãe, porque possui problemas mentais. Vamos questionar a legalidade do flagrante”, afirmou o advogado.

  • Foto: Alef Leão/GP1Advogado Aarão AraújoAdvogado Aarão Araújo

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Homem é preso acusado de pedofilia contra criança de 7 anos em Pedro II

Veja mensagens que acusado de pedofilia enviou para menina de 7 anos em Pedro II