Teresina - PI

Corpo de Gabriel Brenno deixa Teresina para ser velado em Caxias-MA

O velório do estudante iniciará ainda hoje na Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, no bairro Trizidela, em Caxias, e será acompanhado por familiares, amigos e populares.

Brunno Suênio
Teresina
Nayrana Meireles
Teresina
23/07/2019 19h05 - atualizado 19h05

O corpo do estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira deixou a cidade de Teresina no final da tarde desta terça-feira (23), por volta de 17h, em direção ao município de Caxias-MA, sua terra natal, onde será realizado o sepultamento nesta quarta-feira (24).

Gabriel foi baleado na cabeça na última quarta-feira (17), na Rua Paissandu, no centro de Teresina, e depois de seis dias internado no Hospital de Urgência de Teresina (HUT) veio a óbito por falência múltiplas dos órgãos.

O velório do estudante iniciará ainda hoje na Paróquia de Nossa Senhora de Nazaré, no bairro Trizidela, em Caxias, e será acompanhado por familiares, amigos e populares do município que acompanharam o desenrolar do caso que se transformou em tragédia, após a morte de Gabriel.

  • Foto: Facebook/Gabriel NogueiraGabriel Brenno NogueiraGabriel Brenno Nogueira

Em entrevista ao GP1, nesta terça-feira (22), dona Helena, que é proprietária da pensão onde o estudante morava, ressaltou que o jovem era bastante tranquilo, focado nos estudos, e que faria um concurso no próximo mês. “Ano passado ele fez uma prova sem se preparar e ficou por 1 ponto. Ele ia fazer a prova no dia 04 de agosto e estava mais que preparado”, relembrou dona Helena.

Acusado foi identificado

Os policiais do 1º Distrito Policial conseguiram identificar o acusado do crime. Trata-se de Deivid Ferreira de Sousa, 34 anos. Ele é companheiro de uma mulher com quem Gabriel teve um relacionamento no primeiro semestre desse ano.

A partir das imagens de câmeras de segurança, que flagraram o crime e a fuga do acusado, os investigadores não tiveram dúvidas quanto à autoria dos disparos e solicitaram o mandado de prisão em desfavor de Deivid Ferreira de Sousa, que até o momento não foi localizado.

O investigador Nonato, do 1ºDP, relatou ao GP1 no final da tarde desta terça-feira (23), que em posse do mandado de prisão os investigadores não terão dificuldades em realizar a prisão de Deivid Ferreira de Sousa. A Polícia Civil já o procurou em sua residência, ainda nessa segunda-feira (22), para intimá-lo, no entanto, ninguém foi encontrado na casa.

Imagens das câmeras de segurança

Imagens de câmeras de segurança, divulgadas nesta terça-feira (23), mostram o momento exato em que o estudante Gabriel Brenno Nogueira da Silva Oliveira, de 21 anos, é baleado na cabeça no centro de Teresina. Por volta de 7h, Gabriel sai da pensão e ao fechar o portão do local é surpreendido com um tiro à queima-roupa, disparado por Deivid Ferreira de Sousa. Logo após alvejar a vítima, ele corre em direção ao carro, que está estacionado na Rua Quintino Bocaiuva.

Pai de Gabriel Brenno pede prisão de assassino

Evandro Silva, pai do estudante, lamentou emocionado a morte de seu filho de 21 anos e pediu que a polícia coloque "as mãos no assassino”: “Ele [autor do crime] não foi pego ainda. É muita dor. Só sabe quem está passando. É muito difícil. Eu tenho certeza que as autoridades do Piauí vão colocar as mãos no assassino”, relatou.

  • Foto: Helio Alef/GP1Evandro Silva, pai do estudante Gabriel BrennoEvandro Silva, pai do estudante Gabriel Brenno

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Estudante de 21 anos é baleado na cabeça na Rua Paissandu

Mulher que mantinha relacionamento com Gabriel Brenno é ouvida pela 2ª vez

Estudante Gabriel Brenno morre no Hospital de Urgência de Teresina

Dona de pensão diz que notou tristeza em Gabriel Brenno dias antes do crime

Vídeo mostra momento em que estudante Gabriel Brenno é baleado

Polícia conclui inquérito e diz que Gabriel Brenno foi morto por ciúmes

Pai de Gabriel Brenno pede prisão de assassino e diz: "é muita dor"