Teresina - PI

Covid-19: Oliveira Neto destina R$ 300 mil em emendas para hospitais

"Fiquem em casa, sigam as recomendações médicas”, alertou o deputado o deputado estadual.

Germana Chaves
Teresina
26/03/2020 10h40 - atualizado 11h06

O deputado estadual do Piauí, Oliveira Neto (Cidadania), destinou R$ 300 mil em emendas parlamentares para o combate ao novo coronavírus (covid-19) no Estado com a compra de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs) e materiais hospitalares. Ele disse ao GP1 nesta quinta-feira (26), que o ofício solicitando o recurso foi assinado ontem.

O deputado dividiu o valor entre cinco municípios: Miguel Alves, Barras, Amarante, São Raimundo Nonato e Teresina. “R$ 200 mil foram destinados para a compra de EPIs aos profissionais da saúde, sendo direcionado R$ 50 mil ao Hospital Regional Leônidas Melo, em Barras, R$ 50 mil ao Hospital Regional Dr. Francisco Ayres Cavalcante, em Amarante, R$ 50 mil ao Hospital Regional Pedro Vasconcelos, em Miguel Alves, R$ 50 mil ao Hospital Regional Senador Cândido Ferraz, em São Raimundo Nonato”, explicou o deputado.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Oliveira Neto, deputado estadualOliveira Neto, deputado estadual

Oliveira disse ainda que R$ 100 mil foram alocados para o Hospital da Polícia Militar (HPM), em Teresina para aquisição de equipamentos de respiração. Ele ainda reforçou o pedido para que as pessoas permaneçam em quarentena.

“É minha contribuição para combater esta pandemia que vem deixando rastros de morte por onde passa. Tenhamos fé em Deus e nos nossos valorosos profissionais da área da saúde, da segurança e de outros segmentos que estão na linha de frente dessa guerra. Fiquem em casa, sigam as recomendações médicas”, alertou o deputado.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Covid-19: juiz determina que delegados devem receber material de proteção

Covid-19: Prefeitura de Piracuruca institui barreiras sanitárias

Covid-19: deputados querem elevar benefício de informais a R$ 500 mensais

Número de casos de covid-19 reportados à OMS passa de 400 mil

Covid-19: governadores contrariam Bolsonaro e reiteram isolamento