Teresina - PI

Criança corre risco de perder a visão e família pede ajuda em Teresina

Maria Vitória está com a visão comprometida e precisa de medicamentos avaliados em R$ 6 mil.

Nathalia Carvalho
Teresina
14/09/2020 11h26 - atualizado 13h19

A pequena Maria Vitória de apenas 9 anos, que reside na Vila Irmã Dulce em Teresina, está precisando de ajuda para arrecadar recursos referentes a medicação que precisa tomar para não perder a visão.

A escola E. M. Dom Helder Câmara, onde a menina estuda, iniciou uma campanha para ajudar a Maria Vitória. Os pais dela perceberam uma mudança na região ocular da criança em agosto e, após consultas médicas, receberam a preocupante notícia de que ela está perdendo a visão.

  • Foto: DivulgaçãoMaria Vitória tem 9 anos e está no 4° ano escolarMaria Vitória tem 9 anos e está no 3° ano escolar

“É uma criança inteligente, que adora ler, uma excelente aluna. Os pais da Maria Vitória perceberam que ela teve uma alteração nos olhos em agosto, foi tudo muito rápido e de repente. Ela foi levada ao médico e lá descobriram que ela sofria de estrabismo e que além disso estava perdendo a visão”, relatou a professora Rebeca Alves, que está divulgando a campanha.

O laudo médico acusa que a criança está com membrana neovascular sub-retiniana no olho direito. Nessa situação, vasos surgem na região abaixo da retina e podem penetrá-la causando sangramentos e liberação de substâncias que elevam a superfície da retina, consequentemente comprometendo a visão.

  • Foto: DivulgaçãoLaudo médico que atesta o problema no olho da meninaLaudo médico que atesta o problema no olho da menina

Para reverter o quadro, a pequena Maria Vitória precisa tomar três doses de uma injeção que custa R$ 2 mil cada uma, a primeira dose já foi tomada e agora é necessário correr contra o tempo para que ela possa tomar as demais.

“As injeções é algo emergencial, mas a Maria Vitória vai precisar de acompanhamento por um bom tempo, estamos em busca de parcerias para isso também. Ela precisa tomar três doses da injeção que custa 2 mil reais cada uma, já conseguimos fazer com que ela tomasse a primeira dose, estamos em busca das demais, e também de ajuda para que ela possa continuar o acompanhamento. Já notamos uma grande melhora na primeira aplicação, estamos otimistas para as próximas doses”, disse a professora.

Para ajudar a Maria Vitória, a família disponibiliza as seguintes contas bancárias:

Caixa Econômica

Rejane de Area Leão Lima

Agência 1987, operação 013, conta 60828-0

Banco do Brasil

Rejane de Area Leão Lima

Agência 0044-2, conta corrente 111.081-0

Bradesco

Rejane de Area Leão Lima

Agência 0405-7, conta 05011860-9