São Gonçalo do Piauí - PI

Decretada preventiva de acusado de matar esposa a facadas no Piauí

A decisão é da juíza Carmelita Angélica Lacerda Brito de Oliveira, da Vara Núcleo de Plantão de Teresina, dada no dia 14 de setembro.

Davi Fernandes
Teresina
16/09/2019 19h22 - atualizado 19h22

A juíza Carmelita Angélica Lacerda Brito de Oliveira, da Vara Núcleo de Plantão de Teresina, converteu para preventiva a prisão de Aluizio Lima de Jesus, acusado de assassinar sua esposa com várias facadas no município de São Gonçalo do Piauí. A decisão é do dia 14 de setembro.

Nos autos, a magistrada destacou que o crime realizado evidencia a periculosidade do acusado, com isso a decretação da prisão preventiva garante a ordem pública. “O modus operandi supostamente empregado e a gravidade do delito evidenciam a periculosidade do autuado de forma a recomendar a decretação da prisão preventiva para garantia da ordem pública”, considerou.

Entenda o caso

Jaqueline do Rêgo Monteiro Lima, de 30 anos, foi assassinada com várias facadas na madrugada da sexta-feira (13), por volta de 4h, na cidade de São Gonçalo do Piauí, distante 125 km de Teresina.

A informação foi confirmada pelo tenente coronel Cordeiro, comandante da Polícia Militar na região de Água Branca. O companheiro da vítima, de 32 anos, identificado como Aluízio Lima de Jesus, é o principal suspeito de assassinar a mulher.

O acusado tentou se matar após o assssinato e foi encaminhado para o hospital. "O casal estava em uma festa e discutiram, aí ele esfaqueou a vitima. Em seguida, ele ainda tentou o suícidio com a mesma faca", comentou o coronel.

O coronel ainda informou que o acusado estava com sintomas de embriaguez. Jaqueline não resistiu aos ferimentos e morreu ainda no local do crime.

NOTÍCIA RELACIONADA

Mulher é morta a facadas em São Gonçalo do Piauí e marido é suspeito