Eleições 2018

Democracia Cristã expulsa advogado Jofran Moura após prisão

“Ele cometeu ilícito e nós não aceitamos. Somos duros, somos firmes com pessoas que comentem ilícitos", afirmou Romualdo Seno.

Bárbara Rodrigues
Teresina
04/10/2018 08h00 - atualizado 08h49

O partido Democracia Cristã (DC) realizou a expulsão do advogado Jofran Santos Moura, que é candidato a deputado federal, e foi preso em flagrante pela Polícia Militar na noite desta terça-feira (2), por porte ilegal de arma de fogo, em uma lanchonete no Centro da cidade de Picos.

O presidente estadual do Democracia Cristã e candidato ao Governo do Piauí, Romualdo Seno, afirmou que a expulsão foi realizada na quarta-feira (3) e que o partido não vai aceita esse tipo de atitude.

  • Foto: Reprodução/FacebookCandidato a deputado federal Dr. Jofran SantosCandidato a deputado federal Dr. Jofran Santos

“Ele cometeu ilícito e nós não aceitamos. Somos duros, somos firmes com pessoas que comentem ilícitos, mesmo ele sendo um jurista, um advogado. Quero dizer que o Jofran Santos foi imediatamente expulso do partido e que isso sirva de exemplo para qualquer filiado”, afirmou Romualdo Seno.

Ele explicou que mesmo não tendo sido julgado, a sigla não aceita filiados que respondam por crimes. “Sei que ele não foi julgado e nem condenado a nada, mas se a pessoa tiver qualquer processo, será imediatamente expulsa, pois não aceito ninguém que desrespeite a lei. Quem quiser ficar aqui, que siga rigorosamente a lei”, disse Romualdo.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Romualdo Seno Romualdo Seno