Teresina - PI

Deolindo Moura diz que Firmino marcou "gol contra" na Educação

"A prefeitura municipal bem como o gestor da educação, o professor Kleber Montezuma e os vereadores, infelizmente, fizeram um gol contra", disparou Deolindo Moura.

Jonas Carvalho
Teresina
Germana Chaves
Teresina
10/07/2019 17h54 - atualizado 11/07/2019 18h37

O vereador de Teresina, Deolindo Moura (PT) teceu críticas ao projeto de lei do prefeito Firmino Filho (PSDB) que proíbe professores da rede municipal de participarem de assembleia durante dias letivos.

Segundo Deolindo, a qualidade do ensino municipal ocorre em virtude da livre organização dos docentes. Para o parlamentar, Firmino marcou um gol contra em relação à democratização do ensino.

  • Foto: Lucas Dias/GP1Deolindo MouraDeolindo Moura

“Aqui hoje na Câmara Municipal de Teresina, a prefeitura municipal bem como o gestor da educação, o professor Kleber Montezuma e os vereadores, infelizmente, fizeram um gol contra. Fizeram um gol contra em relação e a democratização do ensino. Se nós temos professores tão bons é porque eles têm a capacidade de se organizar, a livre organização”, disparou Deolindo ao GP1.

Críticas a Kleber Montezuma

Deolindo defendeu tratamento igualitário entre os servidores do município e criticou a postura do Secretário Municipal de Educação, Kleber Montezuma, sobre o caso durante visita à Câmara no último mês.

"Nós vimos aqui no mês passado a vinda do secretário aqui, vários servidores com cargos comissionados na Câmara Municipal de Teresina para defender uma resposta que o secretário Kleber Montezuma daria para a Câmara Municipal. Ou seja, será que aqueles servidores que têm cargos comissionados do lado da Prefeitura, do lado que estão mais próximos ao secretário, teriam o seu ponto cortado porque vieram aqui? Então, é nesse sentido que nós não podemos ter dois pesos, duas medidas em uma gestão", finalizou.

NOTÍCIA RELACIONADA

Projeto de Firmino Filho é aprovado e causa revolta em professores