Luzilândia - PI

DEPRE prende acusada de matar ex-companheiro em Luzilândia

Conforme o delegado Cadena Júnior, o crime aconteceu no estado do Pará e foi capturada na casa da atual sogra.

Laura Moura
Teresina
10/05/2018 09h16 - atualizado 11h20

Uma mulher, identificada como Maria Jaquiane Almeida dos Santos, de 27 anos, foi presa pelos Policiais Civis da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (DEPRE) na manhã desta quinta-feira (10), na localidade Noventa, situada no município de Luzilândia, acusada de ter praticado um homicídio no estado do Pará.

  • Foto: Divulgação/Polícia CivilMaria Jaquiane Almeida dos SantosMaria Jaquiane Almeida dos Santos

A mulher foi encontrada na residência da mãe do seu atual companheiro. “Tinha uma equipe na área de Luzilândia fazendo alguns levantamentos para a DEPRE. E lá, foi descoberto que tinha uma pessoa morando na região que era oriunda do estado do Pará e que tinha um mandado de prisão em aberto por homicídio. Ela estava morando na casa da atual sogra, pois a mulher já estava com outro homem”, explicou o coordenador da DEPRE, delegado Cadena Júnior.

Conforme o delegado, Maria Jaquiane Almeida dos Santos assassinou o ex-companheiro por cíumes. O mandado de prisão foi expedido no ano passado pela 1º vara criminal da cidade de Parauapebas.

Outro lado

A defesa de Maria Jaquiane Almeida dos Santos encaminhou uma nota informando que a acusada teria se defendido das violências domésticas causadas pelo seu ex-companheiro. Além disso, a defesa revelou que a acusada estava sofrendo ameaças por parte dos familiares do ex-companheiro após a sua soltura no ano de 2013 e que teria informado a delegacia da comarca de Paraupebas sobre sua localização no Piauí.

Confira a nota:

A Sra., Maria Jaquiane, acusada nos autos nº 0003756-76.2013.8.14.0040, Comarca de Parauapebas, Estado do Pará, por ter se defendido das violências domesticas sofridas pelo ex-companheiro.

Diante das constantes ameaças sofridas por parte de familiares do falecido, após sua soltura no ano de 2013, ela informou a delegacia daquela comarca, conforme Boletim de Ocorrência 00092/2013.000107-2, datado de 06 de maio daquele ano, sua localização no Estado do Piauí.

Neste diapasão, de forma humílima, entendemos que a Sra., Maria Jaquiane, não desrespeitou as determinações judiciais condicionantes da sua liberdade, e, encontra-se aguardando a analise da douta magistrada das provas de informação de endereço para revogação de liberdade.