Teresina - PI

Depre prende duas pessoas com cocaína e armas no Grande Dirceu

No local, os investigadores encontraram um caixa utilizado para organizar o dinheiro proveniente da venda dos entorpecentes.

Jeyson Moraes
Teresina
Brunno Suênio
Teresina
14/02/2020 14h38 - atualizado 14h43

DEPRE desarticula "boca de fumo" no bairro Renascença

A Polícia Civil do Piauí, por meio da Delegacia de Prevenção e Repressão a Entorpecentes (Depre), desarticulou um ponto de venda de drogas e realizou as prisões de dois homens identificados pelas iniciais P.R.A.N, de 26 anos e F.A.N, de 28 anos, acusados de tráfico de drogas na região do grande Dirceu, zona sudeste de Teresina.

A ação ocorreu por volta das 10h30 da manhã desta sexta-feira (14), no bairro Renascença. De acordo com o delegado Cadena Júnior, coordenador da Depre, a operação se deu a partir de denúncias no aplicativo DEPRE/DH e resultou também na apreensão de vários papelotes de drogas, principalmente cocaína, e dinheiro no valor de R$ 3.860,00.

“Eles estavam traficando na região há algum tempo e faziam um tráfico armado, amedrontando a população. Foram pedidos à Central de Inquéritos os mandados de busca há duas semanas e os investigadores da Depre viram o melhor momento para fazer a prisão e o flagrante nesta sexta-feira”, contou o coordenador Cadena Júnior ao GP1.

Segundo o delegado Emerson Almeida, que comandou o cumprimento dos mandados, o que chamou a atenção dos investigadores foi o caixa que eles movimentavam com a venda dos entorpecentes. No local, os policiais ainda apreenderam duas armas de fogo calibre .38, quase R$ 4 mil em dinheiro, uma motocicleta e uma bicicleta.

“A movimentação no local era intensa de um comércio grande e organizado, dividido. São quase 4 mil reais em cédulas trocadas e nisso nós encontramos ainda várias anotações que demonstram que esse comércio é maior ainda. As equipes apreenderam também duas armas de fogo calibre 38, munições, drogas, sendo principalmente cocaína, doze papelotes prontos para a venda. Tinha um papelote de cinco gramas que ainda ia ser feita a sua diminuição para outros papelotes. Normalmente, um desse tem 0.5 gramas e tem outro pesando 50 gramas de cocaína, que ainda ia ser diluído com bicarbonato de sódio e outros elementos”, relatou.

O delegado ainda contou que os indivíduos estavam armados, mas não houve resistência por causa da boa atuação dos investigadores na ação. Segundo ele, somente no momento em que a polícia estava no local, três pessoas conduzindo motocicletas se aproximaram do local para comprar drogas.

“A DEPRE tem uma equipe muito preparada, principalmente para adentrar em residências de grande risco. Então, não foi dada oportunidade para esses indivíduos reagirem, eles estavam armados com os revólveres municiados, mas a entrada foi muito rápida, como de praxe ocorre pelos integrantes da DEPRE. Ainda no monitoramento, nós visualizamos várias pessoas se aproximando para comprar drogas. Somene em um intervalo de 15 minutos, três pessoas se aproximaram de moto e quando perceberam a presença da polícia se evadiram em alta velocidade”, afirmou.

Período de Carnaval

De acordo com a Depre, as apreensões de drogas aumentaram desde o início do período em que se aproxima o Carnaval. O delegado Emerson Almeida explicou também que a demanda de drogas aumenta neste período e que a delegacia intensificou as investigações.

“Você pode observar que durante esse período aumentaram as nossas prisões e apreensões de drogas, exatamente em razão do aumento da demanda. Concomitante a isso, nós aumentamos a nossa investigação para que as pessoas de bem possam brincar o Carnaval longe das drogas”, ressaltou.

Mais conteúdo sobre: