Política

Deputado B. Sá Filho diz que PP elegeu o governador Wellington Dias

"Elegemos o governador Wellington Dias e temos toda a tranquilidade de ficar nessa posição que nós estamos”, afirmou B. Sá Filho.

Bárbara Rodrigues
Teresina
Germana Chaves
Teresina
13/08/2020 08h50 - atualizado 08h52

O deputado estadual B. Sá Filho (Progressistas) afirmou nesta quinta-feira (13), que está tranquilo em relação a sua permanência na base do governador Wellington Dias (PT-PI) mesmo após o rompimento político do petista com senador Ciro Nogueira, presidente nacional do PP.

O parlamentar explicou que não existiu nenhuma pressão por parte do governador e nem mesmo do senador Ciro Nogueira para que os deputados saíssem do governo. Ele ainda destacou que os progressistas ajudaram a eleger Wellington Dias e que por isso está tranquilo em relação a sua permanência na base.

  • Foto: Lucas Dias/GP1B.Sá FilhoB.Sá Filho

“Da mesma forma que o deputado Júlio coloca isso, o próprio senador Ciro me deixou à vontade e ele mesmo colocou para o B. Sá e todos os deputados Progressistas, que a partir do momento que votaram no governador em 2018, possuem um pacto que vai até 2022. Então a gente está dentro dessa expectativa. Elegemos o governador Wellington Dias e temos toda a tranquilidade de ficar nessa posição que nós estamos”, afirmou.

O deputado explicou que no diálogo que teve com o governador nessa segunda-feira (10), em nenhum momento, Wellington se referiu a pedidos de apoio ou mudança de partido.

“O nosso encontro foi muito tranquilo eu, meu pai B. Sá e o governador. Lá não foi tratado de nenhum tema que diga respeito as eleições de 2022 ou o afastamento do senador Ciro. Ele reconhece a importância do senador Ciro para o Piauí, e essa aproximação com o presidente Bolsonaro e não há nenhum problema em relação a isso. O nosso intuito é contribuir com o governo do estado, então minha posição sempre foi essa e será mantida”, destacou.

NOTÍCIAS RELACIONADAS

Ciro Nogueira volta a criticar gestão do governador Wellington Dias

"Prejudicará o Estado", diz Wilson sobre ruptura entre Wellington e Ciro

Júlio Arcoverde diz que Ciro não está exigindo que aliados entreguem cargos