Entretenimento

Deputado eleito Alexandre Frota pode ser preso por dívida de pensão

O ex-ator pornô foi eleito deputado federal de São Paulo com 155 mil votos, mas pode ser preso por uma dívida de R$ 60 mil de pensão para o filho.

Andressa Martins
Teresina
09/10/2018 11h59 - atualizado 12h37

Eleito com mais de 155 mil votos como deputado federal pelo estado de São Paulo o ex-ator pornô Alexandre Frota (PSL) poderá ser preso pelo não pagamento da pensão alimentícia para o filho Mayã, de 18 anos. Frota não poderia ser preso no período que antecede as eleições, mas o prazo termina meia noite desta terça-feira (9).

A dívida inicial era de R$ 9.176,24 com os juros e correção pela inadimplência já chega a R$ 60 mil. Como ainda não foi diplomado e não tem foro privilegiado, o processo de Frota corre na Justiça comum.

  • Foto: Facebook/Alexandre Frota e Mayã FrotaAlexandre Frota e Mayã FrotaAlexandre Frota e Mayã Frota

Mayã, que hoje vive com a mãe na Bélgica, questionou a postura do pai que “defende a família mas queria me abortar” no Twitter. A publicação foi feita após o resultado nas urnas que consagrou Frota como um dos deputados mais votados em São Paulo. Em resposta o pai disse que Mayã faz parte de uma “geração revoltadinha” e contou detalhes de como conheceu a mãe do garoto.

“Fruto de uma transa”

Em 2011 durante uma entrevista à Revista Quem o ex-ator pornô falou sobre o “bloqueio” que tem com o filho, que segundo ele foi “fruto de uma transa”. “Eu não aceito. E não vou para psicólogo, para analista nenhum”, afirmou na época.

NOTÍCIA RELACIONADA

Filho de Frota no Twitter: "Defende a família, mas queria me abortar"

Mais conteúdo sobre: