Teresina - PI

Deputado Fábio Macedo ameaça PM: "Eu mando te matar vagabundo"

Fábio Macedo foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina na madrugada deste sábado (9) acusado de agredir um músico da banda Léo Cachorrão em uma casa de shows.

Bárbara Rodrigues
Teresina
09/03/2019 10h16 - atualizado 11h04

Um áudio e um vídeo que estão sendo divulgados no aplicativo WhatsApp, mostram o deputado estadual do Maranhão, Fábio Macedo, bastante alterado após uma confusão em uma casa de shows localizada na Avenida Nossa Senhora de Fátima, na madrugada deste sábado (9). No áudio o parlamentar faz ameaças de morte aos policiais.

Fábio Macedo foi encaminhado para a Central de Flagrantes de Teresina na madrugada deste sábado (9) acusado de agredir um músico da banda Léo Cachorrão em uma casa de shows. No Termo Circunstanciado realizado na Central de Flagrantes, os policiais informaram que o deputado proferiu várias ameaças, precisando posteriormente ser algemado para ser contido.

  • Foto: Facebook/Fábio Macedo/DivulgaçãoDeputado Fábio Macedo foi encaminhado para a Central de FlagrantesDeputado Fábio Macedo foi encaminhado para a Central de Flagrantes

Em um áudio gravado no momento de sua prisão, é possível ouvir o deputado estadual alterado e ameaçando os policiais militares que questionam se ele é deputado. “Sou deputado estadual, sou nada não. Reeleito [...] Eu não fiz nada. Vocês me prenderam. Eu nem trisquei nele (policial)”, disse o deputado.

O parlamentar então decidiu fazer ameaças de morte a um policial. “Depois eu te pego. Eu sou deputado, sou rico. Eu mando te matar vagabundo. Vou te pegar. Eu te mato. Eu sou Fábio Macedo”, disse o deputado em um áudio gravado e que foi divulgado no aplicativo de mensagens WhatsApp.

Já no vídeo o deputado estadual pede para ser preso pela polícia, mas os policiais que atenderam a ocorrência decidiram esperar a chegada do capitão Welditon, do 5º Batalhão da Polícia Militar, para que fossem feitos os devidos procedimentos legais e evitar qualquer ilegalidade. “Deixa prender. Deixa prender. [Me] Prenda”, diz o deputado no vídeo. O policial tenta conter o parlamentar, informando que primeiro irá esperar a chegada do capitão, mas Fábio Macedo tenta entrar a força na viatura. Uma pessoa chega a falar: “algema essa cara, vão deixar ele bater em vocês mesmo?”.

O deputado então fala: “eu sou um homem do povo. Na minha vida eu sirvo o povo. E sou deputado reeleito. Eu estou aqui para servir o povo do Maranhão e não você. Se você acha que eu fiz alguma coisa, me prenda”.